recuperação-após-prática-desporto

Recuperação após a prática de desporto

Conhece os diferentes métodos para efetuar uma boa recuperação após uma sessão de desporto ou uma competição? E, sobretudo, sabe a importância de adotar um processo de recuperação após um esforço? Explicamos-lhe tudo nos nossos conselhos!

Conhece os diferentes métodos que o ajudarão a recuperar melhor após uma sessão de desporto? E, sobretudo, sabe a importância de adotar um processo de recuperação após um esforço?

De facto, quando se termina uma sessão de treino ou uma competição, é importante dedicar algum tempo à recuperação e não apenas sob a forma de descanso e de uma refeição bem merecida. A recuperação engloba diversos métodos, tanto a nível nutricional como físico, que deve adotar se pretender regressar em boa forma aos treinos e sessões de corrida ou competições. Vamos abordar todos os elementos que podem intervir na promoção da recuperação: o sono, as massagens, a compressão, a eletroestimulação, o frio, os alongamentos e, claro, a alimentação.

A importância da recuperação 

E se lhe dissermos que o simples facto de se sentar, calmamente, no seu sofá após uma sessão de desporto não é suficiente? Essa é a primeira coisa que nos vem à cabeça: não fazer nada. Contudo, irá ver que a recuperação após a prática de desporto é fundamental por duas razões:

- Acima de tudo, permite fazê-lo sentir-se melhor e ter menos dores musculares. Finda a recuperação, recomeçará a sua vida diária ou irá trabalhar com uma motivação acrescida. Sentir-se-á bem no seu corpo.

- A recuperação após a prática de desporto permite-lhe progredir e ter um melhor desempenho.

Se a recuperação for insuficiente após um esforço intenso, o corpo não consegue regenerar-se. Nem todos os atletas estão cientes deste facto, mas a recuperação é um elemento-chave para a sua progressão e integra o processo de treino. Na verdade, a recuperação desempenha um papel importante no objetivo do atleta e ajuda-o a progredir e a ter um melhor desempenho. Evita também o fenómeno de sobretreino e, consequentemente, o risco de lesões. Para desfrutar em pleno das suas sessões de treino e de corrida, a recuperação deve tornar-se instintiva.

A recuperação permitirá ao atleta recuperar toda a sua forma após uma sessão. Estamos a falar de sobrecompensação: é o processo que lhe permitirá fortalecer-se para ter um melhor desempenho. Assim, é importante respeitar esta fase de sobrecompensação que permite alcançar um nível superior ao que o atleta tinha antes da sessão.

Quando se treina sem uma fase de recuperação ou com uma fase de recuperação incompleta, fala-se de sobretreino, altura em que surge o risco de lesões. O corpo está cansado e o atleta já não progride, podendo até ter um menor desempenho.

Outra situação é o sobretreino psicológico, que ocorre quando os atletas estão demasiado concentrados na competição, ou até mesmo obcecados com o objetivo de a vencer.

recuperação-instintiva

1) O sono: para ajudar o corpo a regenerar

O sono é um elemento fundamental no processo de recuperação. O adulto necessita, no mínimo, entre 7 e 9 horas de sono por noite. Já os adolescentes precisam de mais uma hora, ou seja, entre 8 e 10 horas de sono por noite.

É importante respeitar estas horas de sono, especialmente se estiver a planear uma sessão desportiva no dia seguinte. De facto, não é aconselhável planear uma sessão de treino às 6 da manhã, se não se tiver deitado antes da meia-noite. Se não dormir o suficiente, o seu desempenho poderá diminuir até 10%!

Para compensar a falta de sono, pode optar por dormir uma sesta com a duração de 20 a 40 minutos. O tempo da sesta pode durar até 90 minutos, mas cuidado, pois pode acontecer que, a seguir, não consiga concentrar-se!

Se tem dificuldade em dormir bem, eis alguns conselhos para melhorar o seu sono:

- evite os ecrãs antes de se deitar ou, então, utilize um modo com o mínimo de luminosidade possível ou um fundo de ecrã preto. De facto, evitar a luminosidade à noite vai ajudá-lo a adormecer.

- evite estimulantes, como o café ou o álcool à noite.

- evite dormir até tarde, se estiver a planear uma sessão de treino ou uma corrida no dia seguinte. Ficará com o dia alterado e à noite terá maior dificuldade em adormecer.

ATENÇÃO: tenha cuidado para também não se concentrar demasiado no seu sono! De facto, o uso de algumas aplicações que medem as horas de sono pode deixá-lo rapidamente stressado com a ideia de não cumprir o número de horas estipulado.

Mais informações sobre o sono:

2) Massagem para descontrair os músculos

A massagem permite descontrair os músculos que foram extremamente solicitados durante um esforço. Permite sentir-se bem e é interessante do ponto de vista psicológico, especialmente se tiver uma competição no dia seguinte, pois terá o efeito benéfico de se sentir capaz de fazer uma boa corrida.

A massagem permite também diminuir as contraturas, os problemas de rigidez e a perceção de cansaço. É importante para diminuir o aparecimento de dores musculares, mas não só! A massagem desempenha também uma função:

- Ao nível dos tendões, permitindo aumentar a sua flexibilidade.

- Ao nível do sistema nervoso, gerando um efeito analgésico graças ao fenómeno de "gate control" (um mecanismo que inibe a transmissão da mensagem de dor e reduz a perceção da dor) e à libertação de endorfinas.

- Por último, desempenha também um papel importante a nível psíquico, ao diminuir o stress e permitir a cada pessoa cuidar de si própria e relaxar.

Idealmente, uma massagem deve durar 5 minutos por grupo muscular e deve ser efetuada desde as extremidades até à raiz dos membros.
Para uma boa massagem, existe naturalmente a massagem manual com óleo ou bálsamo contendo óleos essenciais e arnica. Podem ser utilizadas diferentes técnicas de massagem, sendo as mais frequentes: a pressão estática (em pontos reflexos, "trigger points", pontos de contraturas), a pressão deslizante e o amassamento profundo.
Também podem ser utilizados acessórios para uma automassagem fácil, eficiente e profunda, tais como o rolo, a bola ou o bastão de massagem.
- As bolas de massagem são muito úteis para uma automassagem profunda e direcionada. Estão disponíveis em três tamanhos para melhor se adaptarem à zona a massajar: tamanho pequeno para o arco plantar e as costas; bola dupla, particularmente adequada para as costas e a coluna vertebral, graças à sua forma oca no meio; tamanho grande para as costas e os glúteos. Existem também bolas vibratórias para uma massagem mais profunda.
- O aparelho de massagem é certamente o acessório mais fácil de usar para a automassagem. Com um formato que encaixa bem na mão, é muito prático. Basta escolher a pressão pretendida.
- Os rolos de massagem permitem otimizar a recuperação. A massagem é realizada usando o peso do corpo, sendo muito eficaz no alívio profundo dos músculos após o exercício, no ganho de flexibilidade e na diminuição das dores. Existem diversos tipos de rolos: Soft, para uma massagem suave com uma espuma lisa e confortável. Hard, para uma massagem mais intensa, graças à sua espuma rígida e estruturada. Rolo de massagem eletrónico, para uma massagem mais eficiente por meio de vibrações, proporcionando um maior relaxamento dos músculos com menos esforço.
- O bastão de massagem Modular permite uma massagem personalizada adaptada à morfologia de cada pessoa, à zona a massajar e à intensidade da massagem pretendida.

recuperação-massagem

3) A compressão: para reduzir o cansaço e as dores musculares

A compressão reduz as dores musculares (e, consequentemente, as inflamações) e a rigidez muscular, melhorando o retorno venoso e a circulação do sangue. É aconselhável usar meias de compressão imediatamente após o exercício, durante 1h30 a 2 horas. Uma forma simples e prática que não necessita de esforço para uma boa recuperação!

Não hesite em usar meias de compressão em voos de longo curso, se fizer uma corrida no estrangeiro.

4) A eletroestimulação: para diminuir as dores musculares e descontrair os músculos

A eletroestimulação ajuda na recuperação, ao diminuir principalmente a dor, e tem um efeito analgésico. À semelhança da massagem, provoca o efeito de "gate control" e a libertação de endorfinas. Permite descontrair os músculos de forma passiva, sem fazer nada! Basta colocar elétrodos ligados a uma caixa que gera impulsos elétricos em função de um programa estabelecido por profissionais de saúde.

Apesar de se sentir melhor após uma sessão de eletroestimulação, isso não melhorará, necessariamente, o seu desempenho como atleta;) 

5) O frio também ajuda na recuperação!

A aplicação de frio reduz a sensação de dor, diminui o edema e atua sobre a inflamação natural causada pelo esforço. O frio estimula a circulação sanguínea.

O frio é aplicado localmente ou em todo o corpo:

- Um banho de água gelada, a uma temperatura entre 10 e 15 °C, durante 11 a 15 minutos, ajudará a diminuir as dores musculares.

- O uso de compressas de frio, colocadas previamente no congelador e aplicadas localmente nas zonas dolorosas, diminuirá a dor, especialmente após um treino aeróbico ou um treino mais longo.

Deve evitar-se a aplicação de frio após uma sessão de força (musculação), pois isso limitará a síntese proteica e, por conseguinte, o ganho de massa muscular.

Que tal o quente para a recuperação?

Saiba que a sauna é prejudicial para a recuperação! De facto, a fonte de calor irá criar um gasto de energia para regular a temperatura corporal e prejudicar a sua recuperação. Por outro lado, uma compressa quente aplicada num músculo dorido pode aliviar a dor.

6) Alongamentos

Os alongamentos têm objetivos diferentes, dependendo da intensidade com que são realizados.

- alongamentos realizados sem esforço, durante 15 a 20 segundos, irão fazê-lo sentir-se mais leve, mais relaxado. Isto não afetará a sua recuperação, mas fará com que se sinta melhor.

- alongamentos lentos e intensos (no limite da dor) podem favorecer as dores musculares (as fibras musculares que foram lesionadas durante a sessão podem voltar a lesionar-se) e deverão ser feitos muito antes das sessões no sentido de ganhar flexibilidade.

Os diferentes métodos de recuperação após a prática de desporto

Para que o treino seja benéfico, é essencial recuperar corretamente. Após uma sessão ou uma competição, é indispensável dedicar algum tempo ao relaxamento dos músculos ou ao alívio da dor.

Há vários métodos para ajudar o atleta a recuperar melhor e mais rapidamente:

6) A nutrição para repor as reservas de água e de energia

A fase de recuperação é fundamental para a progressão e o desempenho físico. A nutrição desempenha um papel importante na reposição das reservas de água e de energia. Uma boa recuperação permite retomar rapidamente o treino e evitar um excesso de cansaço que pode levar ao sobretreino.

Os objetivos da alimentação após um esforço:

- Repor as reservas de energia, com vista a poder encadear as sessões de treino, graças aos hidratos de carbono.

- Reidratar o organismo, porque a atividade desportiva causa transpiração e perda significativa de água. Por conseguinte, é importante consumir água e sódio.

- Reparar as fibras musculares destruídas pelo treino, graças às proteínas.

- Reequilibrar o pH, pois o esforço físico pode levar à acidificação do organismo, graças aos bicarbonatos.

- Compensar os ataques de radicais livres, pois a atividade física intensa ou prolongada causa a produção de radicais livres, graças aos antioxidantes.

- Restabelecer as defesas imunitárias, graças às proteínas, pois o esforço intenso provoca a sua redução, favorecendo a multiplicação de infeções virais.

O que é a janela metabólica?

É um período que começa no final do esforço e dura cerca de 4 horas. Durante este período, o nosso organismo opta por um sistema eficiente que lhe permite repor, muito rapidamente, as suas reservas de nutrientes. Assim, as primeiras horas após um esforço são o momento ideal para fornecer ao nosso corpo tudo o que ele necessita, especialmente hidratos de carbono e proteínas.

A recuperação na prática:

É importante começar a sua recuperação o mais cedo possível após o esforço. As necessidades são de 1 g de hidratos de carbono/kg de peso/hora, aos quais se adicionam 15 a 20 g de proteínas. Pode tomar, por exemplo:

- 1 bebida de recuperação Recovery Drink + 1 barra proteica After Sport Protein Bar + água bicarbonatada

- 1 bebida de recuperação Recovery Drink + 3 barras de nogado Nougat Bars + água bicarbonatada

- 1 shaker de proteína Whey 9 + 2 ultra bar + água bicarbonatada

- 1 shaker de proteína Whey 9 + 100 g de alperces secos + água bicarbonatada

Atenção! Ao contrário do que se pensa, o álcool diminui a capacidade de recuperação.

 

bebida-de-recuperação

Está agora pronto para iniciar uma boa recuperação após o seu esforço. Importa lembrar que ao adotar o processo de recuperação, isso irá ajudá-lo a progredir e a sentir-se melhor após uma sessão ou uma competição.

Um método não é necessariamente melhor do que outro, pelo que cabe a si escolher o mais adequado e utilizá-lo. O ideal será combinar vários métodos que lhe agradem. E se se tornar um momento agradável, integrado na sua vida diária, será benéfico para a sua moral e permitirá uma melhor recuperação!

pierre-yves

Pierre-yves

O nosso parceiro fisioterapeuta

Descubra a nossa seleção de conselhos

hidratação-ciclismo

Como hidratar-se num triatlo

O triatlo é um desporto exigente em que cada detalhe conta, a técnica, a experiência, a gestão mental, o equipamento e, claro, a estratégia nutricional. A hidratação é um dos pontos essenciais para o êxito de um triatlo.
rolo-massagem

Qual é o benefício dos rolos de massagem na recuperação?

Foam roller, rolo de massagem, ouve falar deles cada vez mais, mas conhece realmente os benefícios deste acessório de massagem e de que modo utilizá-lo corretamente na recuperação?
recovery-drink

Como se alimentar depois de um triatlo

Alimentar-se bem antes de depois do seu triatlo é bom, mas gerir a sua recuperação é ainda melhor. Negligenciada com demasiada frequência, a fase de recuperação tem contudo um papel fundamental na progressão e no rendimento físico.
bebida-isotónica

Para que servem as bebidas isotónicas?

Bebida isotónica, bebida energética, ou ainda bebida de esforço, existe uma miríade de termos para designar as bebidas destinadas aos desportistas. Estas bebidas são cada vez mais populares, mas o que significam estes termos? São todos equivalentes? Como as consumir?
bebida-recuperação

Para que serve uma bebida de recuperação?

Costuma ouvir falar sobre bebidas de recuperação, mas sabe exatamente para que servem? Quais são todos os seus benefícios, mais concretamente numa atividade desportiva como o triatlo?