VENCER AS DORES DE COSTAS COM A NATAÇÃO

Vencer as dores de costas com a natação

A natação pode ser praticada pelo desempenho, mas também para aliviar as dores, nomeadamente as dores de costas ou associada a uma reabilitação. Escoliose, hérnia discal, artrose ou ainda ligamentos cruzados...falei com muitas pessoas na borda da piscina sobre as suas dores e a forma como a natação contribuiu para os aliviar. Vários exemplos encorajadores para todos aqueles que sofrem de dores nas costas há vários anos!

A NATAÇÃO ALIVIA AS COSTAS

Para combater algumas dores entre as quais as dores de costas, os médicos podem aconselhar-lhe praticar atividade física. Em alguns casos a inatividade é de facto o pior para as costas . Uma das vantagens da natação é a capacidade de combater as dores de costas. Com efeito, este desporto fortalece os músculos de todo o corpo de forma suave, entre os quais a cintura abdominal e as costas. É muitas vezes a falta de força na cintura abdominal e na musculatura dorsal que pode provocar dores, daí a importância de reforçar as costas.   Praticada dentro de água, o corpo aliviado do seu peso, torna a natação um desporto suave e acessível a toda a gente, qualquer que seja a idade, o peso e condição física. Permite trabalhar as articulações sem as traumatizar. A natação pode por isso ser praticada sem se aleijar, mesmo em caso de dores articulares ou musculares como as dores de costas ou de ombros. A natação também pode ser integrada nas fases de reabilitação após uma lesão. Se tem dores nas costas ou noutro sítio do corpo, a primeira coisa a fazer é consultar um médico. Só ele poderá aconselhá-lo e orientá-lo para a atividade física apropriada.

Vencer as dores de costas com a natação

PERFIS VARIADOS DE NADADORES

À primeira vista, não se vê nada. Toda a gente partilha as linhas de água de forma bem disposta. Mas quando falamos um pouco à borda da piscina, apercebemo-nos que existem muitas dores  na piscina : escoliose, hérnia discal, artrose, reabilitação após lesão...Quer seja para aliviar ou como prevenção, os perfis são tão variados quanto as dores e percursos.

Siga-me, apresento-lhe os meus companheiros de natação e as suas histórias:

PAULINE - 30 ANOS: “A natação ajudou-me a aliviar as minhas costas”

"Eu sei que não é muito educado, mas vou começar por me apresentar. Re(comecei) a natação há alguns meses. Até já tinha partilhado com vocês, há pouco tempo, o meu grande regresso à piscina.

Faz agora 5 meses que estou de volta à água de forma bastante regular, 3 a 4 sessões de 45 minutos por semana. Sempre tive dores de costas, em nova com uma escoliose, e mais tarde devido à posição estática em frente do computador. Eu sei, não consigo estar sentada corretamente apesar dos esforços, a posição natural volta sempre. A prática de natação ajudou-me a aliviar as minhas dores de costas. Não tinha voltado a praticar natação com esse objetivo, mas devo confessar que foi uma surpresa agradável!"

ALICIA - 26 ANOS: “A natação foi-me fortemente recomendada pelo meu fisioterapeuta”

"Venho aqui 3 vezes por semana, a natação foi-me fortemente recomendada pelo meu fisioterapeuta. Tenho uma escoliose muito feia desde criança. Usei um colete quando andava na escola, mas a escoliose continua forte, até se nota bem quando estou em fato de banho. A natação teve dois efeitos em mim, primeiro a nível psicológico, assumir a minha escoliose à frente de toda a gente em fato de banho e aceitar-me.

 

O segundo efeito foi físico, evidentemente, tenho muito menos dores de costas. O meu fisioterapeuta aconselhou-me a praticar principalmente as costas de crawl que permite pouco a pouco corrigir o desvio da minha coluna vertebral mas também de muscular as minhas costas. É um bom complemento juntamente com as minhas sessões de fisioterapia e para além disso relaxa-me muito."

ALAIN - 53 ANOS: “Após uma hérnia discal, o meu médico aconselhou-me a natação como prevenção.”

"Sempre pratiquei desporto, pratiquei muita corrida. E, há cerca de 7 anos, tive a minha primeira hérnia discal. Consegui livrar-me dela em 6 semanas. E, após alguns meses de ter voltado a correr, foi a desgraça total, a minha hérnia voltou. E desta vez o cenário não foi o mesmo, impossível de atenuar as dores e tive de ser operado. Depois disto, o meu médico aconselhou-me a natação como prevenção. Pratico as costas de crawl e o crawl. Se o seu caso for o mesmo do que o meu, evite o bruços e a mariposa."

YVETTE - + 65 ANOS: “Uns amigos falaram-me dos benefícios da natação sobre as artroses

"Não te vou dizer quantos anos tenho, apenas uma indicação, tenho mais de 65 anos, sou reformada e tenho muitos anos de artroses atrás de mim! Devo confessar que me doí um pouco por todo o lado: joelhos, cotovelos, ombros e zona lombar. Para me manter em forma, tenho de qualquer forma de manter uma atividade física, por isso uns amigos falaram-me dos benefícios da natação sobre as artroses. De qualquer forma consultei o meu médico para saber a opinião dele e ele encorajou-me a ir para a natação.

Para mim tudo era novidade! Fui com uma amiga e desde então são os nossos pequenos encontros. Vamos 4 vezes por semana, de manhã, quando toda a gente está a trabalhar. Ser reformada tem algumas vantagens! A natação faz-me bem, aliviou as minha dores e cuida das minhas articulações."

NATHAN - 26 ANOS: “A natação como forma de muscular o meu joelho após uma lesão

"Lesionei o ligamento cruzado anterior (LCA) do joelho no ski. É a lesão clássica que tem de ser bem tratada para poder voltar ao ski na próxima época com um joelho sólido e sem dores. Entretanto, o meu programa é: natação para a reabilitação e fortalecimento. Os exercícios são realizados de forma suave, com a resistência da água, mas sem impactos. Permite-me muscular o joelho sem traumatismos!"

Em resumo

Espero que estes testemunhos de nadadores foram úteis. Se calhar encaixa-se num destes perfis. Uma coisa é certa, e não me canso de repetir, antes de se atirar para a água, consulte um médico. Se ele vos aconselhar a natação, então pode mergulhar!

Também quer partilhar o seu testemunho, então não hesite em comentar este artigo. Gostaria muito de conhecer a sua história!

ESTES CONSELHOS PODEM INTERESSAR-LHE: