O Arquipélago da Madeira reúne condições muito procuradas por nadadores de todo o mundo: um imenso mar azul-turquesa, águas quentes e cristalinas, grande visibilidade, grande biodiversidade marinha, fraca ondulação e inúmeros complexos balneares e hotéis com acesso direto ao mar.

LOCAIS NADAR EM ÁGUAS ABERTAS - ILHA DA MADEIRA

Se és um entusiasta de águas abertas, nadar na ilha da Madeira deverá estar na tua lista de desejos.
Aqui encontrarás locais de extrema beleza natural, sendo um local de passagem de várias espécies exóticas, tais como tartarugas, golfinhos, baleias e orcas.

Quem sabe se não terás oportunidade de nadar com golfinhos? Uma experiência que perdurará na tua memória.

A Madeira tem sido palco de grandes aventuras de natação.

A comprová-lo está a travessia de 42 quilómetros, entre Porto Santo e a Madeira, realizada pela nadadora Luso-Brasileira Mayra Santos e guia da SwimTogether.

QUE CUIDADOS DEVES TER?

Apesar de se fazer águas abertas em locais aparentemente calmos, este desporto deve ser considerado como uma atividade de risco e imprevisível.

Por isso, deixamos-te 8 recomendações para nadares no mar em segurança:

- Compreende o efeito do tempo e das marés, já que o clima afeta o mar de forma diferente, em função da sua localização. O ideal é procurares nadar nas horas das marés “mortas”, onde a sua influência é inexistente ou mínima. No caso de avisos meteorológicos, como forte agitação marítima ou vento médio a forte, não entre no mar.

- Fica atento a agueiros! A maioria das praias que recomendamos não apresentam, com frequência, agueiros (correntes geradas perpendicularmente à costa, cuja tendência é arrastar o nadador, frequentemente desprevenido, para zonas afastadas e mais profundas da praia). 
Contudo, deves sempre procurar informares-te junto de nadadores ou pescadores locais sobre a existência destes acontecimentos. 
No caso de seres apanhado num agueiro, deves procurar acalmare e nadar paralelamente à praia até a corrente perder a força. Provavelmente, numa fase inicial, a tendência será afastar-se, mas depois de sair da corrente pode voltar a aproximar-se da linha costeira.

- Nada sempre acompanhado. Esta é a regra mais importante da natação de águas abertas. Se não tiveres ninguém que nade contigo, deves procurar ter alguém em terra, que possa estar de olho em ti e intervenha, em caso de necessidade. Durante a época balnear, aconselhamos que nades sempre em praias vigiadas e que alertes o nadador-salvador acerca do treino e percurso que irás fazer.

- Sê visível. A visibilidade é um ponto de segurança de extrema importância. Para isso, aconselhamos que te faças acompanhar de uma touca colorida (cor-de-rosa, cor-de-laranja, amarelo, ou verde fluorescente são as cores mais visíveis na água), de uma bóia de sinalização (tipicamente cor-de-laranja, amarelo ou cor-de-rosa). A bóia de sinalização para além de ser um acessório que te concede visibilidade, permite também que te agarres à mesma para descansar, ou para arrumar algum material de treino, alguns objetivos pessoais, ou comida e bebida de treino.

- Nada paralelamente à costa. Independentemente da tua experiência esta é a opção mais segura, já que o tornas mais visível, reduzes a probabilidade de encontrar embarcações, facilita a navegação, e ficas sempre próximo de pontos de saída de água.

- Respeita a vida selvagem. Ao nadar no mar deverás estar ciente que o encontro com espécies marinhas, como alforrecas, cardumes, ou até mesmo golfinhos, é frequente. 
Estes são animais que se encontram no seu habitat natural, pelo que não deves perturbar o seu espaço, mas sim apreciá-los. Interaje naturalmente, caso venham ter contigo. 
Acredita que não te irás arrepender.

- Não deixes vestígios ou lixo. Nunca interfiras no ecossistema. Regressa a casa com todo o material com que chegaste. Se poderes, vem sempre acompanhado por algum lixo que conseguires recolher, quer no mar, recolhendo-o para a tua bóia, quer na praia. Não deixes restos de comida.

- Respeita o mar, conheça os teus próprios limites e ouve os conselhos dos que conhecem o local melhor que tu.

Se estás a pensar dar umas braçadas ou passar umas férias inesquecíveis, abraça uma das aventuras da SwimTogether e tem o prazer de nadar com a nossa ultramaratonista, num dos seguintes paraísos:

Se és daqueles que gostas de uma verdadeira aventura de águas abertas, vem experimentar com a SwimTogether.

Mais conselhos...