prevenção-lesões

De que forma a recuperação pode ajudar a prevenir lesões?

A recuperação permite que o corpo e os músculos se regenerem após a prática desportiva e que tenham um melhor desempenho, mas não só! Reservar tempo para recuperar adequadamente proporciona outro benefício muito importante: a prevenção de lesões! O Dr. Pascal Edouard explica-nos porque é que esta é uma questão importante no desporto e que papel desempenha a recuperação na prevenção de lesões.

1. Prevenir as lesões: uma questão importante na prática desportiva

Embora seja excelente para a saúde, a prática de desporto expõe-o ao risco de patologias do aparelho locomotor, normalmente designadas como "lesões", e que podem afetar o osso, a cartilagem, o ligamento, o tendão, ou o músculo. Uma excelente recuperação de uma lesão é importante para voltar rapidamente à prática de desporto e em boas condições, mas também para evitar a recorrência da lesão e/ou a ocorrência de uma nova lesão; o primeiro fator de risco de uma lesão é ter uma lesão anterior. Desta forma, o provérbio "Mais vale prevenir do que remediar!" faz todo o sentido. A prevenção de lesões no desporto é uma questão importante, devendo fazer parte das preocupações dos praticantes de desporto e ser parte integrante da prática de desporto.

Uma vez que a lesão é multifatorial, a sua prevenção envolverá também múltiplos aspetos, incluindo, entre outros:

- a forma física

- o domínio dos gestos técnicos desportivos

- o equipamento e as regras do desporto

- o estilo de vida (por ex.: alimentação, sono)

- a abordagem psicológica ou a gestão médica de uma dor ou lesão 

Apesar de ainda não sermos capazes de prevenir totalmente a ocorrência de uma lesão, quanto mais estes aspetos forem tidos em conta, mais minimizamos o risco de ocorrência de uma lesão. Entre todos estes aspetos, a recuperação após uma atividade física também desempenha um papel importante na prevenção de lesões.  

recuperação

2. A função da recuperação na prevenção de lesões

Em primeiro lugar, a recuperação é relevante ao nível do tecido (osso, cartilagem, ligamento, tendão, músculo). De facto, o exercício físico irá simultaneamente aumentar a síntese e a degradação do colagénio, que é um constituinte dos tecidos. Durante as 24 a 36 horas após o exercício, a degradação é superior à síntese. Depois, após 36 a 72 horas, a síntese é superior à degradação. 

Por outras palavras, nos primeiros dias, o exercício físico levará a uma degradação do tecido e, posteriormente, a uma melhoria das suas capacidades. Estes tempos variam consoante o indivíduo, as respetivas capacidades e a experiência a nível de desporto. 

Assim, para prevenir lesões, é aconselhável reservar um dia e meio de repouso entre as atividades físicas ou variar as zonas trabalhadas pelos exercícios e a intensidade do exercício para minimizar este efeito de degradação e otimizar os efeitos das adaptações positivas do tecido ao exercício. Estas estratégias vão permitir ao praticante de desporto evoluir e também vão minimizar o risco de lesão.

Ao nível do organismo, o exercício físico leva, a curto prazo, a uma fadiga que é superior à melhoria das capacidades físicas. Por outro lado, com exercício a longo prazo, a melhoria das capacidades físicas é superior à fadiga. Assim, respeitar o tempo de repouso entre os exercícios permite combater a acumulação de fadiga pelo organismo; A fadiga é um fator de risco de lesões, por exemplo, por falta de vigilância, falta de controlo sensorial-motor, diminuição da capacidade de recuperação… 

 

Desta forma, promover a recuperação após a prática de desporto é um elemento que pode ajudar a prevenir a ocorrência de lesões. O repouso tem um lugar importante na prevenção de lesões desportivas. Ouvir o nosso corpo é essencial para evitar lesões!

Doutor pascal edouard

Docente Principal e Médico Hospitalar, CHU de Saint-Etienne, e Universidade Jean Monnet – Universidade de Lyon, Saint-Etienne, França

Estes conselhos podem interessar-lhe 

rolo-massagem

Qual é o benefício dos rolos de massagem na recuperação?

Foam roller, rolo de massagem, ouve falar deles cada vez mais, mas conhece realmente os benefícios deste acessório de massagem e de que modo utilizá-lo corretamente na recuperação?
compreender-automassagem

A automassagem em 3 tempos

A recuperação é uma fase essencial que inicia logo após a sessão de desporto. Muitas vezes negligenciada, trata-se no entanto de um aspeto importante do desempenho desportivo. A automassagem, simples e muito eficaz, insere-se perfeitamente num programa de recuperação. Descubra as respostas às suas perguntas sobre esta técnica.
massagem-recup

A recuperação através da massagem

Desporto significa saúde e o seu objetivo passar por prevenir lesões, microtraumatismos e recuperar o mais rapidamente possível para usufruir dos seus benefícios, manter-se em forma e garantir o seu bem-estar.
alimentação-após-esforço

Conselhos de alimentação após o esforço

É bom fazer uma alimentação adequada antes e durante o esforço, mas preparar a recuperação do corpo é ainda melhor. Demasiadas vezes negligenciada, a fase de recuperação desempenha contudo um papel fundamental da reidratação, na recarga de reservas energéticas e na recuperação muscular.