Sabias que: as competições de natação adaptada

Podem ser praticada em reeducação, lazer ou em competições nacionais e internacionais, a natação adaptada é a disciplina mais praticada por pessoas portadoras de deficiência.

A razão principal deste interesse pela natação são as vantagens corporais e psicológicas induzidas pelo meio aquático.

Sensação de bem-estar, de deslize, de gravidade zero e sobretudo o seu lado não traumatizante fazem da natação um desporto adequado para pessoas com deficiência.

competição-natação-adaptada

A natação adaptada tornou-se oficialmente um desporto Paralímpico em 1960, durante a primeira edição dos Jogos Paralímpicos, em Roma. Destina-se a todas as pessoas que têm algum tipo de limitação motora ou sensorial.

Desejas saber mais sobre este magnífico desporto? Mergulhemos sem mais demoras no mundo da competição da natação adaptada!

Natação adaptada: a classificação

Na competição de natação adaptada, a classificação é feita tendo em conta o tipo de estilo assim como o potencial físico ou psicológico do nadador.

Após a realização de um teste médico, os atletas são repartidos por diferentes categorias consoante as suas limitações e as suas capacidades funcionais (semelhante às categorias de peso para alguns desportos)

Tentemos perceber um pouco melhor estas inúmeras categorias:

Categorias por estilo:
Categoria S: natação livre, mariposa e costas
Categoria SB: bruços
Categoria SM: 4 estilos individual

Categoria por capacidades funcionais:
Categoria 1 a 4: nadadores deficientes de 3 ou 4 membros e do tronco
Categoria 5 a 6: nadadores deficientes de 2 membros e do tronco / de 2 membros superiores completos
Categoria 7 a 8: nadadores deficientes de 2 membros inferiores / de um membro superior completo
Categoria 9 a 10: nadadores deficientes de um membro inferior completo ou incompleto / de um membro superior incompleto (Relativamente às limitações motoras (em cima), o grau mais elevado corresponde à categoria 1, e o menos importante à categoria 10.)
Categoria 11: nadadores cegos
Categoria 12 a 13: nadadores com deficiência visual
Categoria 14: nadadores com deficiência mental
Categoria 15: nadadores surdos ou deficiência auditiva (categoria ausente dos Jogos Paralímpicos mas presente nos Deaflympics)

Exemplo: um nadador de bruços cego estará na categoria: SB11

É verdade que são muitas categorias para decorar, mas percebemos o enorme trabalho das federações para tentar categorizar as provas de forma a haver mais equilíbrio entre os atletas.

Com efeito, definir categorias é uma tarefa extremamente difícil e é necessária uma grande precisão para não haver repercussões ao nível de uma competição  ou até mesmo ao nível de uma carreira.

Natação adaptada: o regulamento

Durante as provas de natação adaptada, o regulamento é igualmente afixado pela FINA (Federação Internacional de Natação) e as regras principais são muito similares às regras das competições de natação “clássicas”.

Pelo contrário, mesmo se as técnicas de natação devem respeitar os critérios afixados pela FINA, algumas adaptações e modificações inerentes às diferentes limitações dos nadadores devem ser efetuados.

Como exemplo, relativamente às partidas, o nadador pode optar por partir do bloco, ao lado deste ou diretamente dentro de água. Neste caso, pode igualmente ser assistido por uma pessoa para o manter antes da partida.

Para os nadadores cegos ou com deficiência visual, antes de cada volta ou troca de nadador, são alertados por um assistente que lhes toca com a ajuda de uma vara revestida.

Já terá percebido que a FINA regulamenta a natação adaptada mas permite ao mesmo tempo alguma liberdade aos nadadores, para que todos os concorrentes possam participar de forma justa.

Natação adaptada: as provas

Apesar de algumas disciplinas Paralímpicas derivarem do desporto de origem, a natação adaptada apresenta praticamente as mesmas provas que a natação “clássica”, com uma ou outra diferença.

É por isso possível que os praticantes de natação adaptada participem nas seguintes corridas:

Mariposa: 50m, 100m
Costas: 50m, 100m
Bruços: 50m, 100m
Natação livre: 50m, 100m, 200m, 400m
Três estilos: 150m
Quatro estilos: 200m
Estafetas natação livre: 4 x 50m, 4 x 100m
Estafetas quatro estilos: 4 x 50m, 4 x 100m

Em 2015, tivemos a sorte de acolher na nossa equipa Nabaiji, um parceiro técnico humanamente e desportivamente incrível, o Axel Allétru. 

O Axel não nasceu dentro de água mas em cima de uma BMX. 
Após vários títulos Europeus, um título de Campeão do Mundo Júnior, dedicou-se de seguida ao Motocross. 

Considerado como a grande esperança francesa, representou a França nos Campeonatos do Mundo de MX2. Mas em 2010, a carreira do Axel é interrompida dramaticamente, após uma violenta queda de Motocross. 

O veredito chega e o Axel fica paraplégico... Com uma força psicológica forte como o aço e uma força de vontade inabalável, vai tentar tudo para poder voltar a andar. 

Contra todas as expectativas, é hoje capaz de andar com a ajuda de canadianas. Verdadeiro Campeão e competidor  nato, escolheu o meio aquático e a natação para prosseguir a sua carreira de atleta de alto nível integrando a Federação Francesa de Natação Adaptada. 

Orador profissional, piloto, empresário, nadador de alto nível e com vários títulos e recordes nacionais o objetivo desportivo do Axel vai agora participar nos Jogos Paralímpicos.

Estes conselhos podem interessar