logo-nabaiji

Respirar e orientar-se na natação em águas abertas

Fundo escuro, água turva e grande ondulação são os principais obstáculos à orientação na natação em águas abertas. E quem diz “erro de trajetória” diz inevitavelmente “regresso obrigatório no caminho certo”. Poderá ser uma perda de tempo e de energia... Para domar este elemento natural, o seu ambiente e para não perder o rumo, é importante conhecer algumas dicas para conservar a sua trajetória do início ao fim.

Hoje vamos concentrar-nos nas técnicas utilizadas, antes e durante a natação, pelos nadadores em águas abertas para se orientarem, não dispersarem, e sobretudo chegar a bom porto!

Siga-me, é por aqui...

número1

ANTES DE COMEÇAR A NADAR

Quer seja em competição ou durante um treino em águas abertas, o nadador deve perder algum tempo no início para analisar o futuro terreno de jogo.

É indispensável visualizar corretamente e memorizar o percurso que deseja efetuar, a localização exata, a forma e as cores das boias. Esta etapa é primordial, quer decida nadar no interior da zona de banhos ou no exterior.

Para além da identificação das boias, procure algumas referências visíveis ao longe e em altura (poste, árvore, edifício, etc.). Isto é importante nomeadamente se está a nadar no mar, devido à altura das ondas. Efetivamente, uma vez posicionado a alguns metros da margem, estas terão tendência a obstruir a visibilidade da costa e das suas referências terrestres.

No que diz respeito às ondas, a melhor solução será tê-las como amigas! Utilize-as para ter altura e localizar referências mais facilmente.

Memorizar estes pontos chave poderá ajudá-lo inconscientemente, sem forçosamente ter de levantar a cabeça de dez em dez metros, a manter a mesma trajetória.

Junte de seguida à sua inteligência posicional uma boa técnica de respiração e tornar-se-á numa verdadeira bússola aquática!

number2

DURANTE A NATAÇÃO

Talvez já tenha reparado, os nadadores de águas abertas têm tendência a levantar muito alto a cabeça fora de água quando respiram. É uma maneira eficiente de aliar a entrada de ar e a orientação em simultâneo.

Esta técnica é utilizada por todos os nadadores de águas abertas experientes. Por outro lado, no mar, para além de servir para respirar e orientar-se, permite igualmente de trocar de apoios na passagem de uma onda.

 

No entanto, olhar em frente desta forma na natação em águas abertas sem perder eficácia, requer uma técnica muito particular:

• Num primeiro tempo, deverá efetuar um apoio diferente na água, a maior profundidade e com o cotovelo dobrado, para levantar a linha do ombro, fazer sair a cabeça acima da superfície da água com propulsão para a frente. Deve manter o seu olhar para longe para se orientar e inspirar no seguimento.

• Uma vez direito, estará em posição de “water polo”, a sua cabeça estará no ar e as suas pernas deverão compensar o desequilíbrio batendo rapidamente. Esta parte deve ser breve. Para o fazer, não se esqueça de expirar todo o ar dentro de água para favorecer uma inspiração rápida. No que diz respeito à orientação, se fez corretamente o trabalho de reconhecimento antes de começar a nadar, encontrará o caminho num piscar de olhos!

• O regresso aéreo do braço é feito de forma diferente da natação em piscina. Com efeito, em vez de dobrar o seu braço e de subir o cotovelo em altura, o regresso do braço deverá ser feito o mais perto possível da água.

• A sua cabeça deverá de seguida baixar com a parte de cima do seu corpo para reencontrar o lugar entre os ombros favorecendo o nadar horizontal e fluido.

• Não adianta estar constantemente a praticar esta técnica, a não ser que não tenha conseguido orientar-se da primeira vez. Com efeito, esta técnica leva a uma mudança de ritmo que pode cansá-lo rapidamente. Pratique-a em função do ambiente e do seu à vontade todos os 4, 6, 8, ou 10 movimentos.

Agora que já sabe como obter as suas referências e manter a trajetória em águas abertas! Mas antes de tudo isto, para se orientar de forma eficaz, o primeiro requisito é sobretudo ver bem!

Para isso, opte por óculos de natação com lentes espelhadas para proteger os seus olhos do reflexo do sol na água. Em relação à condensação, coloque um pouco de champô nos óculos e enxague-os antes de os usar para evitar a formação de condensação!

 

Bom passeio em águas abertas!

regis

RÉGIS

Nadador Nacional & Líder Comunicação

ESTES CONSELHOS PODEM SER DO SEU INTERESSE

VOLTAR PARA O TOPO