Running: lesões e calçado, para nós, não devem estar associados!

A corrida é um desporto magnífico, aditivo, tão antigo como o mundo e acessível a todos.Mas se a corrida é inata, a prática que fazemos pode por vezes levar os nossos corpos para além dos seus limites.

Blessures_chaussures_running

Mas prefiro deixar o treinador desportivo Jérôme Sordello, consultor de corrida da DECATHLON e autor de várias "bíblias de corredores", explicar isto melhor do que eu.

1/ No running, a melhor prevenção de lesões, é a progressividade!

« Quase metade dos corredores se lesionam todos os anos, resultando em que um em cada dois corredores fica limitado ou incapaz de correr. Para prevenir estas lesões, temos primeiro de olhar para as causas, que podem ser muitas e variadas: volume de treino, rigidez dos tendões, fadiga, calçado, tipo de superfície, gradiente ou mesmo antigos traumas do corredor. De facto, mais do que qualquer um destes fatores, a ocorrência de uma lesão está frequentemente ligada a uma mudança demasiado grande ou demasiado rápida, ou seja, não progressiva, de alguns destes fatores. »

Embora o Jérôme confirme que o calçado raramente é a única causa de lesões, na Decathlon levamos muito a sério o impacto do nosso calçado sobre a saúde do corredor.

Jerome_Sordello_coach_running

2/ Ao nível do calçado de running, o que é que a decathlon pode fazer?

Na Decathlon, a nossa responsabilidade enquanto criadores, é estudar de que modo o nosso calçado KALENJI (para jogging), KIPRUN (para corrida em estrada) ou EVADICT (para o trail) podem contribuir na redução do risco de lesão.

E para isso, fazemos uso dos nossos músculos e cérebros!

Este é o papel da Decathlon SportsLab, o nosso centro de investigação sobre o corpo do desportista, no qual cerca de cinquenta especialistas (médicos em biomecânica, fisiologia, termofisiologia, etc.) estudam o efeito do produto no corpo humano e participam há 20 anos no desenvolvimento de produtos que contribuem para o bem-estar e segurança dos desportistas. 

Gostaria de partilhar contigo alguns dos resultados interessantes deste trabalho, e mais especificamente os relativos aos corredores curiosos que somos.

Foram levados a cabo pela Decathlon Sportslab em parceria com o laboratório de investigação do Luxembourg Institute of Health (LIH).

Kiprun_SportsLab_Decathlon

3/ O amortecimento suave parece preferível para corredores ligeiros em termos de risco de lesões. o peso do corpo não tem nenhum efeito sobre a incidência de lesões.

(Estudo do LIH em 848 corredores - 2018)

848 corredores de todos os níveis distribuídos aleatoriamente de forma a constituir 2 grupos foram monitorizados durante 6 meses. Um grupo correu com um modelo de calçado com amortecimento muito suave, o outro grupo correu com um modelo de calçado com amortecimento muito rígido. Os dois protótipos de calçado eram idênticos, exceto no amortecimento (35% de diferença). Durante os 6 meses de monitorização, os corredores comunicaram-nos dados de treino e de lesões, o que nos permitiu estudar o efeito do amortecimento e do peso corporal no risco de lesões. 

As análises estatísticas mostram que de todos os corredores observados:

o risco de lesões era menor para o grupo que utilizava o calçado com o amortecimento muito suave. 

O peso corporal não teve qualquer efeito na incidência de lesões de corrida. 

As análises estatísticas também mostram que:

para corredores mais leves (massa inferior a 78 kg nos homens, 63 kg nas mulheres), o calçado com amortecimento muito suave parece preferível em termos de limitação do risco de lesões. 

Para corredores pesados (massa superior a 78 kg nos homens, 63 kg nas mulheres), não há efeito do amortecimento do calçado no risco de lesões. 

Com base nestes resultados, os nossos engenheiros de calçado estão a desenvolver novos modelos com foco no amortecimento mais suave. 

4/ Um drop reduzido parece ser preferível para principiantes ou corredores ocasionais

(Estudo do LIH em 553 corredores - 2018)

553 corredores de todos os níveis distribuídos aleatoriamente em 3 grupos e equipados com calçado com drop de 10 mm ou 6 mm ou 0 mm foram monitorizados durante 6 meses.

Os três protótipos de calçado eram calçado standard, idênticos, exceto em termos de drop. Durante os 6 meses de monitorização, os corredores comunicaram-nos dados de treino e de lesões, o que nos permitiu estudar o efeito do drop do calçado sobre o risco de lesões.

As análises estatísticas mostram que no conjunto de testadores, o drop do calçado não estava associado ao risco de lesão.No entanto, o efeito do drop sobre o risco de lesão depende do perfil do corredor!

Enquanto um calçado com um drop reduzido parece preferível em termos de limitação de lesões para corredores ocasionais (menos de 6 meses de corrida nos últimos 12 meses), parece preferível utilizar um drop clássico nos corredores regulares (mais de 6 meses de corrida nos últimos 12 meses) de forma a limitar a incidência de lesões.

=> Por isso propomos calçado com diferentes drops.

5/ O conceito k-only, para um calçado indicado para todos os tipos de passadas

(Estudo do LIH com 372 corredores - 2012)

372 corredores regulares distribuídos aleatoriamente em 2 grupos foram monitorizados durante 6 meses. O tipo de pé (pronador, neutro, supinador) dos corredores foi avaliado antes do início da monitorização. Um grupo correu com um modelo de calçado sem o conceito de controlo de pronação, o outro grupo correu com um modelo de calçado equipado com o conceito de controlo de pronação. Os dois protótipos de calçado eram idênticos, exceto a presença ou não do conceito de controlo de pronação K-only. Durante os 6 meses de monitorização, os corredores comunicaram-nos dados de treino e de lesões, o que nos permitiu estudar o efeito do conceito anti-pronação K-only sobre o risco de lesões.

As análises estatísticas mostram que o sistema de controlo de pronação K-only permite limitar a incidência de lesões nos corredores que têm os pés com pronação excessiva. O sistema K-only não influência o risco de lesão nos corredores com pés neutros ou supinadores; É por isso apropriado para todas as passadas.

Queres saber mais sobre a conceção do nosso calçado? 

Isso é ótimo, reunimos aqui toda a informação possível sobre o design do nosso calçado na Decathlon! Sabias que todo o nosso calçado de corrida é criado pelas nossas equipas de design em França? Um know-how Decathlon, dominado por homens e mulheres apaixonados. 

conceção calçado kalenji decathlon
Patrice

Patrice

Engenheiro de produto - Trailer (6 Templários) e corredor em estrada (1h17 na meia maratona) 30 anos de corrida e uma paixão sem falhas (tirando o menisco, mas que estou a tratar).

Estes artigos também te podem interessar