TRAIL: COMO CORRER COM BASTÕES?

Não é raro vermos um praticante de trail agarrado a dois bastões, sobretudo nos ultra-trails. Se os bastões parecem ser para o praticante de trail o que os binóculos são para o caçador, serão assim tão indispensáveis? Como utilizá-los de forma correta? E que modelo escolher? Siga o nosso guia!

Como correr com bastões de trail

PORQUÊ UTILIZAR BASTÕES
DE TRAIL?

Para um praticante de trail, os bastões revelam todas as suas vantagens nas corridas de longa distância e, mais particularmente, quando comportam desnível negativo e positivo. Podem, inclusivamente, revelar-se imprescindíveis nos ultra-trails.

As suas vantagens? Permitem aos praticantes de trail poupar esforço durante a prova, ao servir de terceira perna, proporcionam um melhor equilíbrio e estabilidade nas passagens técnicas e dão segurança ao atleta. Servem também de estabilizador e amortecedor nas descidas para abrandar o andamento. Em suma, podem não contribuir para ganhar em velocidade, mas ajudam a poupar significativamente as pernas nas longas distâncias.

Convém, no entanto, consultar o regulamento da prova antes de levar os bastões consigo: nalguns casos, como na ilha da Reunião, são proibidos para evitar acidentes ou preservar as zonas protegidas.

 

QUAL É A TÉCNICA PARA CORRER COM BASTÕES DE TRAIL?

Para começar, utilizar bastões em corrida é um exercício bastante técnico que exige algum treino: podem perturbar o andamento se forem mal posicionados e provocar uma queda se se intrometerem na passada ou ficarem entalados num elemento.. Mais vale antecipar e assimilar a técnica antes da nossa corrida!

Depois, existem 2 formas de utilizar bastões de trail, quer seja em descida ou em subida : com apoio em simultâneo ou de forma alternada. A aplicação de uma ou outra forma dependerá da inclinação da descida e o espaço disponível no chão para apoiar os bastões:

-       Em simultâneo : mais útil em subidas com pendente muito acentuado para aliviar o peso das coxas usando a força dos braços para elevar o corpo ou em descidas para aguentar o peso do corpo e aliviar as pernas. Poderá dar várias passadas entre cada apoio nos bastões. Incline o corpo para a frente e espete bem os bastões no solo.

-       Em alternância : mais indicada quando há menos espaço disponível no chão e em descidas mais suaves, esta técnica exige menos potência e consiste em alternar a perna direita com a esquerda, apoiando à frente o bastão que estiver na mão oposta e levantando o bastão que estiver na outra mão atrás. Neste caso, convém não enterrar demasiado o bastão no solo para manter uma melhor cadência. Privilegie passos mais curtos com esta técnica de corrida mais natural

 

COMO ESCOLHER BASTÕES DE TRAIL?

Se pretende investir em bastões, tenha em conta os principais critérios de escolha: a compactidade, a leveza e o conforto do punho. Para os praticantes de trail, a prioridade recai na capacidade de arrumação, para que os bastões possam ser transportados facilmente, e na sua rápida armação para que possam ser empunhados à medida das necessidades ao longo do percurso. Os bastões mais compactos medem menos de 40 cm depois de recolhidos!

Não hesite em pegar neles para os experimentar, o conforto é primordial para evitar bolhas nas mãos durante uma prova. Existem bastões com correia ou, menos usuais, com cinta de tipo luva , que oferecem maior conforto e ergonomia, mas limitam a liberdade de movimentos.

Última dica: não se esqueça de os deixar secar para evitar a corrosão causada pela humidade.

OS NOSSOS CONSELHOS DE TRAIL RUNNING