TOP 6 DOS NÓS MAIS ÚTEIS EM ESCALADA E ALPINISMO

Nós de encordoamento, nós de ancoragem... Tutorial ilustrado para treinar com toda a segurança!

TOP 6 DOS NÓS MAIS ÚTEIS EM ESCALADA E ALPINISMO

São os nós que garantem a sua segurança, por isso não pode mesmo enganar-se. Só existe uma opção: identificar o nó adaptado e treinar.
Em caso de dúvida? Recorrer à dupla verificação ou solicitar a revisão com um profissional!

NÓ DE OITO, O INCONTORNÁVEL

Seguramente o primeiro que os escaladores aprendem para se encordoarem!
Um método com mnemónica? "Faço uma ponte, dou a volta à ponte e passo sob a ponte!"
(alguns lembrar-se-ão da versão menos adocicada, mas para evitar pesadelos, é melhor não a mencionar aqui ^^).

Atenção: passa-se em seguida a corda nos 2 pontos de fixação do retentor (exceto no caso dos arnêses com um só retentor). Antes de continuar o 8 no sentido inverso com a extremidade da corda.
NOTA: Jogamos pelo seguro e acompanhamo-lo sempre de um nó de ancoragem, deve assim prever previamente a quantidade de corda suficiente ;)

TOP 6 DOS NÓS MAIS ÚTEIS EM ESCALADA E ALPINISMO

LAIS DE GUIA, FÁCIL DE DESFAZER

Preparas uma escalada e não queres correr riscos de queda? Os nós lais de guia têm a vantagem de ser mais fáceis de desfazer do que o nó de 8, mesmo depois de uma (ou várias) volta(s)!
Ainda assim, muito cuidado: poucos escaladores sabem fazê-los e, sobretudo, controlá-los. A dupla verificação torna-se então obsoleta... Este nó deve assim estar reservado aos escaladores experientes.

NOTA: Nó completamente inoperacional sem nó de ancoragem, perigo!

TOP 6 DOS NÓS MAIS ÚTEIS EM ESCALADA E ALPINISMO

PARA SEGURANÇA? O NÓ DINÂMICO!

O nó dinâmico permite deslizar uma corda num mosquetão, absorvendo uma parte da energia. É por isso que pode servir para um primeiro de cordada para segurar o seu segundo ou para substituir um descensor em caso de rotura.

Dica:   mantendo os 2 fios bem paralelos (à entrada e à saída do mosquetão), reduz-se o risco de criar torções (é o grande problema de segurança do nó dinâmico) ;)

Com este nó, recomenda-se a utilização de um mosquetão HMS (HMS significa, em alemão, Halb Mastwurf Sicherung, ou nó dinâmico). A sua forma confere-lhe uma maior abertura do dedo, o que facilita os manuseamentos.... E, é claro, deve sempre enroscá-lo muito bem!

Instruções: faça um anel em torno da secção inferior do mosquetão e, em seguida, passe o fio à frente da corda para deslizar um segundo anel no mosquetão. Ao apertar, sentirá imediatamente que a corda aperta o mosquetão, travando assim mecanicamente em caso de necessidade.

TOP 6 DOS NÓS MAIS ÚTEIS EM ESCALADA E ALPINISMO

O nó volta de fiel, para amarração

Perfeito para amarração à reunião quando temos pouca guia (longe) de amarração...
Fácil de fazer com uma mão, aperta-se e desaperta-se facilmente, facilitando assim o seu manuseamento.

Pequena dica da nossa equipa: se tiver possibilidade de escolher o equipamento, dê preferência à utilização de um mosquetão em pera (mais largo), para maior conforto.

TOP 6 DOS NÓS MAIS ÚTEIS EM ESCALADA E ALPINISMO

O nó de pescador duplo, PARA CONFECIONAR O NÓ DE MACHARD EM CASA

Este nó deslizante permite unir duas cordas ou prender uma corda sobre ela mesma.

Coloque as extremidades das duas cordas frente a frente. Em seguida, faça um nó de pescador num dos fios.
Faça a mesma coisa, invertendo as cordas, ficando assim com dois nós de pescador. 
Puxando as cordas, os nós apertar-se-ão e aproximar-se-ão até ficarem encaixados. Já nada aqui se deverá mexer!

TOP 6 DOS NÓS MAIS ÚTEIS EM ESCALADA E ALPINISMO

& O nó de machard francês, PARA O RAPEL

Este nó não é um nó propriamente dito. Serve de segurança para bloquear a corda em caso de incidente nas descidas em rapel (num cenário de catástrofe, um escalador atordoado por uma eventual queda de pedras largaria o descensor e ficaria bloqueado graças ao nó de machard, não deixando a corda resvalar enquanto estiver inconsciente... para bom entendedor: o melhor é conhecer os procedimentos básicos ;).

A vantagem do nó de machard francês comparativamente com os outros nós de autossegurança (francês e, sobretudo, o prússico), é o facto de depois ser muito fácil de desbloquear. No entanto, as cordas com um diâmetro muito reduzido poderão apresentar uma menor capacidade de aperto.

Instruções: passe um anel de cordoleta dentro do mosquetão e, em seguida, enrole em espiral o anel em torno da corda de rapel e passe a outra extremidade por dentro do mosquetão (que não se deve esquecer de enroscar). E assim já pode descer!

TOP 6 DOS NÓS MAIS ÚTEIS EM ESCALADA E ALPINISMO
nó de 8

Vasco gonçalves

Ficas aqui com a base de nós necessários para segurar e manusear as cordas nas paredes.
Se estiveres a iniciar, treina e pede a escaladores experientes que verifiquem a tua técnica, para ter a certeza de que sabes realizar correctamente os diferentes nós.
Diz-nos: que nós descobriste à medida que foste progredindo?