O FUTSAL PARA UMA MENTE FORTE

A prática de Futsal permite desenvolver o corpo, especialmente ao nível da resistência do sistema cardiovascular.

Mas é ao nível da mente que os benefícios são mais impressionantes desde o pátio da escola.

O Futsal para uma mente forte

A TOMADA DE DECISÃO

Ah, terás a visão desportiva! Sobretudo, não é de fiar na tradução literal de “futebol de salão”: sem tréguas, sem descansos, no futsal a ação é permanente. A tomada de decisão aguça-se ao longo dos jogos.

Djamel Haroun, guarda-redes da equipa francesa, explica: “No Futsal, estamos sempre em crise de espaço-tempo. É necessário compor com pequenos espaços e recebemos a bola cinco ou seis vezes mais do que no Futebol tradicional. A cada momento, temos de fazer escolhas porque estamos sempre ao ataque ou à defesa: o tempo de posse de bola não existe, não há tempo off”.

Esta visão desportiva, esta energia vital, este sentido de gesto positivo, é marca de dos jogadores de Futsal quando integram uma equipa de Futebol tradicional.

A CONCENTRAÇÃO

Keep calm and take the right decision! No Futsal, deve manter-se a cabeça fria, apesar de o corpo ser submetido a uma prova dura. Uma bola chega a cada quatro segundos, e o mínimo momento de distração pode ser aproveitado pela equipa adversária e transformado em golo.

Em jogo, a concentração é ainda mais solicitada. É preciso manter-se lúcido, abstraindo-se dos elementos exteriores: o público na margem do campo, as indicações dos pais, perdão, do treinador, o barulho… e, claro, a pressão da competição.

A TÁTICA

“Hoje vais jogar à defesa. E pivô. E ala”. Se as táticas individuais são parecidas com as do Futebol tradicional, cada jogador deve poder evoluir e jogar tanto ao ataque como à defesa. “O Futsal tem esta particularidade, a de um jogador poder evoluir em todas as posições. No campo, somos frequentemente levados a mudar de posição. Através da rotação, dos espaços, mudamos de função. O Futsal permite ter um jogo completo”, confirma Djamel Haroun.

As táticas coletivas trabalham-se geralmente a partir dos 14-15 anos. São específicas ao futsal e devem ser assimiladas por todos para poder fazer os ajustes necessários durante o jogo. Cada fase de jogo está articulada em torno de um gesto: linha lateral, livre, canto ou lançamento de guarda-redes, com uma tática associada.

O CASO ESPECÍFICO DO GUARDA-REDES

Embora o guarda-redes participe mais no jogo no Futsal do que no Futebol tradicional, a posição não é menos específica. O último defensor enfrenta várias dezenas de remates por jogo e vários contra um. A atenção e a concentração não têm um segundo de descanso. É evidente que nesta posição a falta de atenção é ainda mais rapidamente aproveitada pelo adversário.

O guarda-redes é também o primeiro a relançar e deve manter a lucidez para orientar a ação em função da posição dos seus colegas de equipa e iniciar contra-ataques rápidos. Sim, a mente no Futsal é muito robusta, mas o guarda-redes é um super-herói.

O ESPÍRITO DE EQUIPA

O futsal também é sentir o cheiro do pavimento, verem-se como os "cinco mosqueteiros" e criar um bloco durante duas vezes vinte minutos, em que cada um mostra o seu sentido de sacrifício e a sua polivalência. O espírito de equipa é fundamental.

Com cinco em campo, os esforços para ajudar os colegas de equipa são indispensáveis. Toda a gente está no mesmo barco. Existem muitos poucos feitos individuais, os golos são fruto de ações coletivas. E não entram em jogo ajustes de contas com recurso a placagens ou faltas grosseiras. O futsal é um desporto não-violento na sua essência: as placagens sobre outros jogadores são proibidas e os atos antijogos são severamente sancionados.

Resumindo, se a criança pretender desenvolver reflexos dignos do seu avatar na Fifa, curar a fobia do banco dos suplentes e tornar-se um colega de equipa precioso, tem uma só solução, o Futsal.

ESTES CONSELHOS PODEM INTERESSAR-LHE