Manusear bem

MANUSEAR A LINHA DE FORMA A PROVOCAR ATAQUES

A provocação é a ação de provocar o ataque do peixe ao isco que lhe é apresentado. As técnicas diferem de acordo com as águas de pesca. Saiba como animar a sua linha para incitar o peixe a morder.

Manusear bem

ÁGUAS SEM CORRENTE

Após imersão da linha, desloque lateralmente a boia alguns centímetros, aguarde alguns segundos e depois recomece após a sua imobilização. O toque ocorre geralmente após o alívio.

Manusear bem

ÁGUAS COM CORRENTE (FRACA A MÉDIA)

Depois de montar a linha, pare-a durante alguns segundos e levante a boia 4 a 5 centímetros. Alivie e depois recomece a operação um pouco mais abaixo. O toque ocorre geralmente após a passagem do isco no engodo, em fim de curso.

Manusear bem

ÁGUA COM CORRENTE (RÁPIDA)

A técnica de calagem é a única que permite obter o toque dos melhores peixes. Utilizada com linhas pesadas (3 a 15 g), consiste em bloquear a linha no fundo com engodo, parando a deriva da linha. O toque é franco e a ferragem automática. Cada deslocação da linha deve ser feita progressivamente marcando longamente cada bloqueio. O toque é franco e, consequentemente, a ferragem deve ser imediata.

RECOMENDAMOS TAMBÉM OS NOSSOS CONSELHOS

iniciar-se na pesca direta

COMO INICIAR-SE NA PRÁTICA DA PESCA DIRETA?

Uma cana, uma linha, uma boia ... é o que basta para descobrir os prazeres da pesca direta. Ideal para iniciar, esta técnica não é menos entusiasmante do que as outras e permite fazer pescarias sensacionais com vários tipos de peixes (pardelhas, alburnos, gorazes...) ao longo de todo o ano.
ajuste da boia de pesca direta

COMO ESCOLHER UMA BOIA DE PESCA DIRETA?

Descubra os nossos conselhos para escolher a boia de pesca direta.
FAZER NÓS DE PESCA

FAZER NÓS DE PESCA

Os nós de pesca ocupam um lugar importante na panóplia de elementos que o praticante de pesca deve ter em conta, pois são fundamentais durante as pescarias.