MANTENHA A SUA MOTIVAÇÃO PARA CORRER

A motivação é a chave para uma prática regular de corrida. É natural que a motivação diminua consoante a meteorologia, o cansaço ou os imprevistos do quotidiano. Eis 5 conselhos para manter a sua motivação no máximo!

Mantenha a sua motivação para correr

FOCAR-SE EM OBJETIVOS RAZOÁVEIS

É natural sentir-se desmoralizado pela dificuldade de atingir um tempo ou percorrer uma distância, se o objetivo não tiver sido corretamente estabelecido à partida.

É imperativo não ter ilusões sobre o seu nível. E, para tal, deve conhecer-se bem. Velocidade de base (endurance), capacidade de manter um limiar de esforço, número de treinos semanais: o objetivo deve ter em conta todos estes parâmetros. É útil recorrer a um treinador ou a um praticante de corrida experiente para ter uma opinião exterior, muitas vezes mais objetiva.

SER METÓDICO

Partir à aventura, sem cronómetro, sem outro objetivo para além de arejar as ideias, é uma forma saudável de praticar desporto: correr tendo em mente apenas o estado de espírito tem algumas vantagens. Mas é importante equilibrar o seu treino em torno de determinados princípios fundamentais.

A perda de motivação é frequentemente consequência de uma monotonia do esforço. É necessário equilibrar cada semana mediante sessões com programas variados. Corridas longas efetuadas a um ritmo moderado para desenvolver as qualidades de endurance e trabalho mais dinâmico e fracionado para aumentar as capacidades cardiovasculares.

CORRER É UM DESPORTO COLETIVO!

A solidão do praticante de corrida de fundo é um mito (literário) que não justifica a diminuição do grau de motivação! 

Nunca ninguém provou ser mais eficaz praticar corrida debatendo apenas consigo próprio a dificuldade de avançar…Por isso, é útil ter amigos que corram. Vizinhos, colegas de trabalho, membros de uma associação ou de um clube: o objetivo é reunir um conjunto de convivas que o estimule e o faça recuperar a vontade de se mexer

Evidentemente, deve procurar encontrar praticantes de corrida de um nível similar (ou ligeiramente superior) ao seu, para que a emulação desportiva se associe ao prazer de tagarelar antes e depois do esforço.

Mantenha a sua motivação para correr

PARTICIPAR (REGULARMENTE) EM PROVAS CRONOMETRADAS

Precisa de uma cenoura? Certamente que não. Muitos praticantes de corrida acumulam decénios de corrida sem nunca terem usado um dorsal ao peito. Participar numa prova cronometrada permite-lhe avaliar-se, verificar os progressos alcançados e, sobretudo, projetar-se no futuro.~Participar numa competição (a própria palavra pode desencorajá-lo) não o deve intimidar. Além do mais, a noção de superação dos próprios limites é relativa. Sobretudo para os praticantes de corrida estreantes. Mas o facto de levar para casa uma medalha por ter cruzado a meta é sempre fonte de motivação.

TER UM CADERNO DE TREINO

O que parece ser um gadget é, na verdade, essencial. O quotidiano de um praticante de corrida focado em nunca perder a motivação pode ser descrito sem rodeios. Quilometragem semanal ou tempos obtidos em distâncias aferidas: a atualização diária do caderno de treino permite-lhe verificar se os princípios fundamentais são respeitados.

A longo prazo, o caderno de treino torna-se um verdadeiro refúgio onde o praticante de corrida pode registar as suas sensações durante o esforço, o seu nível de cansaço, a sua lassidão ou o seu otimismo com a chegada de uma competição. Tudo o que pode contribuir para aumentar a motivação tem lugar neste caderno.É natural experimentar algumas perdas de motivação em determinados períodos do ano. Por isso, é preciso saber discernir entre um nível de cansaço geral que justifica um corte no treino e uma simples preguiça psicológica que deve ser ultrapassada sem demora.

ESTES CONSELHOS PODERÃO SER DO SEU INTERESSE: