PARA SABER TUDO SOBRE A DEFESA NO ANDEBOL

O mundial de andebol acaba de terminar com a consagração da Dinamarca após derrotar claramente a Noruega. Na frente do ecrã, prometeste tornar-te O defensor da tua equipa… A intenção equivale a metade do caminho percorrido, mas antes de te comparares a Didier Dinart, Cédric Sorhaindo ou Ludovic Fabregas, pilares reconhecidos da defesa (no passado e no presente) francesa, convém começar pelo início: conheces as diferentes defesas do andebol?

ANDEBOL
1

Os sistemas defensivos:

Existem 3 sistemas: - a defesa de zona - a defesa homem a homem - a defesa mista   A defesa de zona consiste em “seguir” a bola; todos os defesas se encaminham para o jogador que tem a bola, criando uma defesa numericamente superior. A zona do campo junto ao jogador que detém a bola fica portanto mais bem protegida.       - a defesa numericamente superior junto ao jogador que detém a bola aumenta as hipóteses de sucesso de uma defesa em caso de remate de longe e impossibilita o acesso à linha dos 6 m do lado onde se encontra a defesa.       - se a bola circular (demasiado) bem, ou se a defesa não se deslocar com rapidez suficiente, pode ocorrer uma tragédia!   Na defesa homem a homem, cada defesa segue o jogador que lhe foi atribuído.       - cada defesa é responsável pelo atacante que está a marcar, não há como esquecer       - se o defesa for ultrapassado, a conta a pagar será demasiado elevada!   A defesa mista consiste numa combinação das duas anteriores, o que significa que uma parte dos defesas estará em modo "zona" e a outra em modo "homem a homem".

ANDEBOL
2

As intenções defensivas:

Dizem respeito a todas as ações disponíveis ao defesa que lhe permitam impedir o acesso à baliza, a movimentação da bola, etc. Ei-las detalhadas:       - neutralização: consiste em apanhar o jogador da equipa adversária, de forma a impedi-lo de passar a bola ou mexer-se, o que ocasionaria uma "falta" suscetível de parar o jogo       - dissuasão: o defesa coloca-se junto ao atacante, antes de este ter a bola na sua posse, para impedir que lhe façam um passe.       - colagem: quando o atacante tem a bola, o defesa deve colar-se ao mesmo de modo a impedir a realização de qualquer passe.       - interseção: ao sentir a chegada de um passe, o defesa deve tentar apanhar a bola antes que esta chegue ao atacante       - bloqueio: ao ver que o atacante vai rematar, o defesa levanta os braços (e salta) para proteger a baliza

3

Os dispositivos de defesa:

Se praticas andebol, já conheces o 0-6 e o 1-5, mas também existe o 2-4, o 3-3 e o 1-2-3. Caro principiante, não te preocupes, não precisas de matemática para compreender este capítulo! Na verdade, trata-se apenas do número de jogadores existentes por linha de defesa:

ANDEBOL

Por exemplo, numa defesa 0-6, todos os jogadores estão ao mesmo nível de defesa, ou seja, estão alinhados

E agora que já percebeste o conceito, passemos aos restantes tipos de defesa:

ANDEBOL
O sistema 1-2-3
ANDEBOL
O sistema 3-3
ANDEBOL
O sistema 2-4

E agora que (teoricamente) já és profissional da defesa… falta apenas colocar os conhecimentos em prática!

Perfil de Juliane Paumier

Sou jogadora de andebol desde os meus 7 anos de idade (e claramente menos habilidosa na prática do que na teoria defensiva), mas também me dedico ao tricot, à informática e ao desenho humorístico!

ESTES CONSELHOS PODEM INTERESSAR-LHE

Conselhos
handball_debuter
Prepare a resina e a bola! Nós explicamos o que é o andebol, como começar e como se equipar, assim como as origens e regras deste desporto coletivo. Quais são os seus benefícios, quais são as qualidades necessárias? Nós ajudamos.
Conselhos
Está a descobrir o prazer de praticar andebol nas aulas de Educação Física? Ou quer começar a praticar num clube ou entre amigos? Além do prazer de um desporto coletivo completo, irá explorar um vocabulário que é também ele bastante rico. Propomos-lhe aqui as definições e as explicações da linguagem do andebol.
VOLTAR PARA O TOPO