logotipo marca subea decathlon

CONSELHOS PARA UM MERGULHO COM PARCEIRO 

Vai mergulhar com parceiro? Você está autónomo! Já não precisa de monitor ou líder de mergulho para gerir os seus parâmetros, agora é o comandante das suas ações debaixo de água. Veja aqui alguns conselhos para um mergulho com parceiro de sucesso! 

Não se esqueça do briefing com o seu parceiro antes de cada mergulho!
número 1

O BRIEFING ANTES DE MERGULHAR  

Esta etapa é um momento de diálogo entre os dois antes de cada imersão! Pouco importa se já se conhecem o seu parceiro há muito tempo, é imprescindível fazer um briefing. Não se esqueça que poderá ser ele que tenha que o auxiliar: aproveite este tempo de diálogo para de seguida aproveitar ao máximo e calmamente o seu mergulho. Então não se acanhe, não tenha medo, exprima-se! Já percebeu, o mergulho antecipa-se a bordo do barco, uma vez que debaixo de água a comunicação torna-se mais complexa. É por isso importante excluir qualquer mal-entendido afim de evitar surpresas debaixo de água. Existe uma expressão nos mergulhadores que diz: “digo o que faço e faço o que digo”. Antes da imersão, já terá desenhado na sua cabeça o espírito e o perfil do seu mergulho: que direção? que parâmetros (profundidade, tempo, patamares)? ...

número 2

CONHECER BEM O SEU PARCEIRO 

Saber com quem vai mergulhar, é saber como mergulhar! Há diversos aspetos que têm de ser esclarecidos: Quando foi o seu último mergulho? O seu estado de saúde? Tem algum problema particular? Que sinais utiliza? entre outros. Obviamente esta lista não é exaustiva, mas pode inspirar-se para criar a sua própria lista. Por exemplo, se o seu parceiro tem problemas de ouvidos durante a descida, inicie imersão devagar fazendo "stops" frequentes para saber se está tudo bem. Da mesma forma, se fica com frio rapidamente, faça sinal. O frio é frequentemente esquecido, mas pode ser um fator de acidentes graves. Diminuir o tempo de mergulho não deve ser um fator de hesitação e de incómodo se sentir alguma dificuldade ou desconforto. Existem muitos outros exemplos que poderiam ser mencionados, mas resumimos dizendo-lhe que nunca deve desvalorizar certas informações e sentimentos. Não negligencie nada e mantenha-se humilde num ambiente que não é o nosso!

número 3

VERIFIQUE O MATERIAL DE MERGULHO 

Pense sempre em verificar o seu material antes de mergulhar

Este ponto tem uma importância fulcral uma vez que influencia diretamente a sua segurança! Dê uma olhadela a todo o equipamento e ao do seu parceiro antes de mergulhar e observe com atenção como estão colocados os seus instrumentos. Faça uma verificação global do seu equipamento para o conhecer caso tivesse um problema debaixo de água: que tipo de colete ele utiliza? que sistema de enchimento, onde se encontram as válvulas? tem uma boia de sinalização? quais os parâmetros do seu computador? ...

Tantos detalhes indispensáveis para uma comunicação e uma assistência eficazes.

Debaixo de água, uma regra de ouro com parceiro: comunicar sempre!
número 4

UMA VEZ EM SUBMERSÃO...

E agora, é tempo de entrar dentro de água! Leve o tempo necessário para se equipar, controlar mutuamente com o seu parceiro e seguir o plano delineado. É importante que comunique regularmente debaixo de água para saber se está tudo bem e mantenha sempre uma distância correta entre os dois. Finalmente, aproveitem para partilhar e respeitar tudo o que observam. Aproveite este mergulho dentro dos limites estabelecidos antes da imersão.
Uma vez à superfície, é sempre agradável um pequeno debriefing acompanhado por uma bebida quente. Altura para se relembrar deste mergulho e planear já o próximo.

Baptiste, digital manager na Subea

BAPTISTE

Digital Manager - PADI Rescue e Nível 1 FFESSM

Sou Digital Manager da marca Subea. Entusiasta de caça submarina e de apneia, pratico também mergulho com garrafa há mais de quinze anos. Sou mergulhador autónomo até 60 metros.

RECOMENDAMOS-LHE IGUALMENTE OUTROS CONSELHOS SOBRE MERGULHO 

VOLTAR PARA O TOPO