TÉCNICA BTT: MELHORA O TEU EQUILÍBRIO

O ciclismo mobiliza e desenvolve três capacidades motoras: o equilíbrio, a direção e a propulsão da sua bicicleta. O equilíbrio pode ser considerado como a posição em que todas as forças se neutralizam para manter o praticante de BTT e a sua bicicleta nas duas rodas.

Técnica de equilíbrio em BTT

O ciclismo mobiliza e desenvolve três capacidades motoras: o equilíbrio, a direção e a propulsão da sua bicicleta. O equilíbrio pode ser considerado como a posição em que todas as forças se neutralizam para manter o praticante de BTT e a sua bicicleta nas duas rodas. Proponho hoje que nos foquemos nesta capacidade para melhorá-la. Faz por encontrar este equilíbrio sem movimento. Num percurso BTT, esta fase permite estabilizar-se antes de avançar para uma nova ação.
Para praticar o equilíbrio estático, respeita estes três momentos-chaves:

A PREPARAÇÃO

1. Reduz a velocidade para chegar devagar ao local onde pretendes marcar este equilíbrio estático.
2. Para escolher o local adequado, tens várias hipóteses: piso plano, um apoio numa parte áspera do terreno ou numa inclinação.
3. Os pedais ficam praticamente na horizontal, com o pé de apoio ligeiramente mais alto do que o outro pé. Estica as pernas e os braços, o que fará com que a bacia fique levantada ligeiramente acima do selim.

Gira a roda para o lado, para aumentar a superfície de apoio, e levanta a cabeça relaxando os ombros.

A FASE DO EQUILÍBRIO ESTÁTICO

Coloca a bacia à frente do selim e os ombros acima do guiador. Aciona as manetas de travagem para imobilizar a bicicleta. Observação: numa inclinação, solta de seguida os travões. O apoio é mais importante no pé do que no pedal à frente. No caso de perda de equilíbrio, podes recuperá-lo ao deslocar-te ligeiramente para a frente ou para trás. Os ombros posicionados por cima do guiador ajudam-te a manter o centro de gravidade à frente. Apoia a perna situada do lado da inflexão da roda à frente no quadro. Fica assim com um ponto de apoio suplementar que facilitará manter a posição. Poderás então estudar o obstáculo ou escolher a melhor trajetória.

BTT técnica fase estática

RETORNO AO EQUILÍBRIO DINÂMICO

Só tens de soltar os travões e empurrar o guiador para a frente antes de voltar a pedalar para continuar a volta.

CONSERVAR O EQUILÍBRIO AO PASSAR POR PEQUENAS LOMBAS

Os teus filhos adoram sair da estrada para se divertirem nas partes com lombas. Gostarias que eles mantivessem o equilíbrio e reduzissem o risco de quedas? Proponho alguns conselhos e um pequeno jogo para ajudá-los a melhorar o equilíbrio.

técnicas de equilíbrio em BTT exercício

PEQUENO EXERCÍCIO TÉCNICO

Anima a saída em família com um exercício que fará com os teus filhos progridam. Escolhe um percurso que contenha algumas lombas. Fixa uma fita de sinalização a aproximadamente 140 cm do solo e desenrola-a ao longo do percurso. Utiliza os elementos disponíveis, como as árvores, para fixar a fita.

Pede aos teus filhos para manterem a cabeça sempre à altura da fita, fixando o olhar no local para onde se dirigem. Devem adaptar a posição na bicicleta para passarem no exercício. Para tal, devem fletir as pernas nas subidas e estendê-las nas descidas.

A fase de aprendizagem efetua-se com velocidade reduzida para não saltarem nas lombas. Pede-lhes para fazerem uma dezena de passagens, aumentando progressivamente a velocidade de execução ou integrando variantes à medida que ganham confiança.

Observação: o BTT é um desporto praticado na natureza. Para que esta permaneça bela, não te esqueças de retirar a fita antes de ir embora!

UM PEQUENO JOGO PARA QUE PROGRIDAM

Muito conhecido nas escolas de ciclismo, o quadrado mágico permite aos principiantes melhorar o equilíbrio, ao envolver a direção e a propulsão. A regra é simples: desenha um quadrado (com cones ou outro indicador), sendo que os praticantes não podem pousar o pé no chão nem sair dos limites do quadrado. O que sair ou colocar o pé no chão é eliminado e sai do quadrado. O último na pista é o vencedor. Observação: à medida que o número de pessoas no jogo diminui, reduz a superfície de jogo. Variante: neste exercício, o mais fraco fica com pouco tempo de prática (pois é rapidamente eliminado), embora tenha mais necessidade de praticar. Pode então introduzir diferenças: o mais forte deve jogar sem tocar nos travões, pode também libertar um apoio (mão ou perna)… Podes assim melhorar o equilíbrio e fazer com os teus filhos progridam nesta destreza de ciclismo. Só tens de praticar e partilhar connosco as suas tentativas e truques em termos de equilíbrio!

técnicas de equilíbrio em BTT pequeno jogo