O que saber para caminhar em Portugal

Sabes interpretar as sinalizações nos trilhos? O que significa PR e GR? Quais as regras de ouro para usufruir e respeitar a natureza?Neste artigo explicamos-te tudo!

sinalização pequena rota

A caminhada na natureza está na moda, tem tido cada vez maior procura e é uma prática desportiva muito benéfica para a saúde. Mas será que sabes tudo o que precisas?
Neste artigo queremos dar-te algumas dicas para que possas caminhar sem enganos e com toda a segurança, aproveitando ao máximo os percursos pedestres do nosso país!
Para além da sinalização, há um código de conduta informal e algumas regras nos trilhos que devemos cumprir.

qual o significado de "pr" e "gr" ?

De certeza que já viste algumas placas com as letras "PR" ou "GR" e ficaste sem saber o seu significado. São sinalizações de percursos pedestres homologados que ajudam a identificar is diferentes tipos de percursos, espalhados por todo o país.

O que é uma Grande Rota (GR)?
As grandes rotas são percursos que correspondem a mais de 30 quilómetros, demorando mais de uma jornada a percorrer.
São percursos que geralmente ligam diferentes regiões ou países. No caso de serem transnacionais e atravessarem mais de três países, são acompanhados pela letra E (Europa) e pela respetiva numeração europeia.

Em Portugal temos, por exemplo, a famosa GR22 - Grande Rota das Aldeias Históricas de Portugal ou a GR33 - Grande Rota do Zêzere.

O que é uma Pequena Rota (PR)?
É considerada uma Pequena Rota (PR) quando o percurso tem menos de 30 quilómetros.
São registadas por concelhos e a numeração de cada percurso é complementada com uma abreviatura do concelho onde pertence.
Por exemplo, PR2-MRT corresponde ao percurso pedestre de pequena rota, número 2, do concelho de Mortágua.
Caso queiras encontrar mais informação sobre os percursos pedestres de cada região, deves visitar o site dos municípios ou pedir informação diretamente nos postos de turismo.

Nota: esta sinalética é uma marca registada da Federação Portuguesa de Campismo e Montanhismo de Portugal. Ver mais informações aqui.

sinalização dos percursos pedestres

Estes Percursos Pedestres homologados estão devidamente sinalizados, indicando qual o percurso a seguir.
Por isso, quando começares a fazer um destes trilhos sinalizados, vais encontrar diferentes marcas que indicam se estás no "caminho certo", "caminho errado" e mudança de direção para a esquerda ou para a direita.
Normalmente, esta sinalização é colocada em locais estratégicos do caminho para ajudar os caminhantes a saber qual o caminho que devem seguir, sem que possam existir dúvidas em cruzamentos ou entroncamentos com outros caminhos.

Na maior parte dos trilhos vais encontrar painéis informativos no início do percurso e, por vezes, também ao longo do caminho. Estes painéis são muito importantes para perceber a dimensão do caminho, a elevação, duração média total e também quais os pontos de interesse da rota.

A sinalização apresenta cores diferentes, que correspondem a Grande Rota ou Pequena Rota.
Podem ainda surgir percursos sinalizados com a cor verde e branco, que correspondem a Percursos Locais. No entanto, é menos frequente.

preparar bem a caminhada

Preparar corretamente a caminhada pode parecer evidente. No entanto, são muitos os praticantes de caminhada que descuidam esta etapa.
Lembra-te de verificar sempre a regulamentação e particularidades dos locais que vais atravessar, pois o estado do tempo pode influenciar o percurso e a progressão.
Prepara bem a tua mochila, pensa nos essenciais de caminhada, aprende como distribuir corretamente a carga na tua mochila e parte à aventura pelos maravilhosos trilhos de Portugal!
Depois de teres o equipamento preparado, o mais difícil vai ser mesmo escolher por que trilho começar!

cuidados e normas de conduta

- Seguir apenas os trilhos sinalizados
- Evitar barulhos e atitudes que perturbam a paz e atmosfera do local
- Respeitar o gado e observar a fauna à distância, preferencialmente de binóculos
- Não danificar a flora, colher pedras ou plantas
- Não deixar lixo ou outros vestígios da passagem
- Respeitar propriedades privadas e ser afável com as pessoas locais
- Não fazer lume

lagarto em simbolo de pequena rota

conselhos para uma boa caminhada

- Informar sempre alguém do plano de caminhada, especialmente se caminharem sozinhos
- Confirmar o estado do tempo e as condições do local
- Escolher roupa leve e confortável, por camadas e adequada ao estado do tempo (chapéu ou boné, impermeável ou roupa respirável)
- Utilizar calçado cómodo e que já esteja habituado ao pé, preferencialmente botas de caminhada
- Adaptar o percurso pedestre à condição física 

Lembra-te: na natureza nada se tira além de fotografias, nada se deixa para além de pegadas e nada se leva para além de saudades e vontade de querer voltar. 
A preservação, segurança e responsabilidade depende de todos nós. Boas caminhadas!

prepara a tua caminhada com as nossas dicas e conselhos...