COMO EVITAR A PÚRPURA DEVIDA AO ESFORÇO NA CAMINHADA?

Na sequência de uma caminhada, podem surgir manchas vermelhas nos pés, nos tornozelos e/ou nos gémeos em alguns praticantes. Na maioria dos casos estudados*, o primeiro reflexo é pensar numa alergia quando se trata na realidade de uma púrpura devida ao esforço.

Cuidar dos pés: como evitar a púrpura devida ao esforço na caminhada - título

O QUE É A PÚRPURA DEVIDA AO ESFORÇO?

Esta patologia foi reconhecida recentemente e é muitas vezes desconhecida do público em geral. É frequente que até os médicos não especializados em dermatologia ainda não estejam bem informados acerca do assunto. A púrpura devida ao esforço também é conhecida pelo nome de vasculite desencadeada pelo esforço, vasculite do corredor de maratona ou vasculite do jogador de golfe (nomeadamente na Austrália) e já vai perceber o porquê...

Pode ser reconhecida depois da aparição de lesões cutâneas muitas vezes similares às sofridas depois de um esforço extremo (tal como uma dupla maratona). Os sintomas podem variar, algumas pessoas podem sentir ocasionalmente dores ou uma sensação de queimadura.

QUANDO OCORRE?

Alguns fatores podem contribuir para a aparição desta patologia:

• uma caminhada prolongada, principalmente em montanha ou terrenos acidentados;

• uma temperatura exterior bastante elevada;

• nota-se igualmente uma predominância dos casos na população feminina.

De facto, um exercício prolongado leva a uma importante libertação calórica, ao aumento da temperatura muscular (até 41°), a uma vasodilatação, uma acumulação de ácido láctico, um aumento da viscosidade sanguínea, uma inflamação e lesões musculares e cutâneas. Estes factores podem levar a uma falha da micro circulação.

Pode surgir de forma súbita até nos praticantes de caminhada sem antecedentes. É importante saber que depois de uma crise identificada, as recidivas são frequentes.

PODE SER EVITADA?

Não existe qualquer tratamento comprovado. ~De acordo com os pacientes, o uso de meias de compressão, a toma de medicamento venoso ativo ou a administração de corticoides trouxe benefícios para ajudar a circulação sanguínea. Para encontrar o tratamento mais adequado para si, consulte por favor um dermatologista.   Artigo redigido em coordenação com o Dr. A.A.Ramelet, Dermatologista em Lausanne; que realizou estudos acerca do assunto e é autor, nomeadamente, das publicações médicas seguintes.     * No verão, as nossas equipas de design de produtos são alertadas da presença de manchas vermelhas em alguns clientes, depois de uma caminhada. Neste caso, as meias usadas são enviadas para testes toxicológicos para detetar se podem ser uma causa de alergia. Até hoje, os relatórios toxicológicos foram sempre negativos e permitiram a nossa orientação para as púrpuras devidas a esforços.

A SABER

A púrpura pode ser confundida por vezes com um eritema. Esta lesão dermatológica comum provoca também vermelhidão.

Para diferenciá-las, pode realizar o seguinte teste: carregue na lesão com um vidro (lente de óculos, lupa, chávena de vidro transparente, etc.). Caso a vermelhidão desapareça, trata-se provavelmente de um eritema (a confirmar pelo seu médico) mas não se trata de uma púrpura.

meias1

Para estar bem equipado:

Conheça a nossa gama de meias de caminhada!


DESCUBRA OS NOSSOS CONSELHOS SOBRE CAMINHADA