COMO PRATICAR SNORKELING COM CRIANÇAS?

A praia em família rima muitas vezes com idas à água, castelos de areia e recolha de conchas… Este programa parece difícil de diversificar? Não lhe ocorreu o snorkeling? Um tubo, uma máscara, barbatanas e algumas precauções bastam para praticar esta atividade desportiva e educativa em família. Descubra como ajudar os aprendizes de mergulho!

Criança snorkeling
número 1

INICIAÇÃO AO SNORKELING 

A IMPORTÂNCIA DE UM EQUIPAMENTO ADEQUADO É FUNDAMENTAL PARA OS FUTUROS PEQUENOS PRATICANTES DE SNORKELING! 

O snorkeling também é designado por passeio aquático, passeio com barbatanas ou MTB (máscara, tubo e barbatanas). Estes 3 acessórios de base não são, no entanto, suficientes quando se trata da iniciação dos mais pequenos (desde os 6 anos) ao mergulho à superfície. De facto, o snorkeling não exige um esforço físico intenso: existe o risco de a criança arrefecer rapidamente dentro de água. Esta sensação pode surgir após 10 min de passeio aquático mesmo no verão em águas temperadas. Daí a importância de garantir às crianças uma boa proteção térmica com um fato de snorkeling, um fato shorty ou uma licra de neopreno divertida. O fato protege também a pele frágil da criança dos golpes de sol fomentados pelo reflexo e eventuais escoriações nas rochas. Não tendo fato e se conta mergulhar em família em águas a 28 °C, a licra anti UV é essencial, tal como um protetor solar à prova de água.

Menina na água
number_2

ESCOLHER UM SPOT E CONDIÇÕES CLIMÁTICAS FAVORÁVEIS  

TRANQUILIZE AS CRIANÇAS NA SUA PRIMEIRA EXPERIÊNCIA COM BARBATANAS

Facilite os primeiros passos da criança debaixo de água, privilegiando dias de bom tempo, mar calmo e horário de pouca afluência dos banhistas. Consegue assim tranquilizar os pequenos principiantes, maximizando a possibilidade de encontrar peixes e crustáceos em águas limpas. Não adianta ir para muito longe! As rochas à beira do mar contêm várias espécies animais e vegetais que vão fazer as delícias dos mais pequenos. Fique perto das crianças e assegure-se de que têm pé durante todo o passeio, para a criança poder descansar logo que sinta essa necessidade.

Nos primeiros mergulhos, não são necessárias barbatanas: primeiro testa-se a máscara e o tubo num local em que a criança tenha pé. Com esta etapa validada, podem usar as barbatanas! Para entrar na água, se colocar as barbatanas antes de mergulhar, deve caminhar de costas, para evitar quedas potencialmente perigosas. Este conselho subentende também a proibição de corridas para a água com barbatanas...

number_3

INICIAÇÃO DA CRIANÇA AO SNORKELING COM MÁSCARA E TUBO 

É O MOMENTO DE PÔR A CABEÇA DEBAIXO DE ÁGUA!

Nesta etapa crucial da iniciação ao snorkeling, habitue as crianças a usar a máscara e o tubo fora de água respirando apenas pela boca. Esta prática pode ser ensinada na piscina… ou na banheira!

 

Se quer que a iniciação seja feita na praia, as primeiras utilizações da máscara e do tubo devem ser feitas na margem, sentado na água ou em pé, mas sempre com pé. Quando a criança estiver familiarizada com estes acessórios, pode então equipá-la com as barbatanas, apenas se ela souber nadar... Esteja ciente de que a passagem de uma posição vertical (com apoio no fundo) para a horizontal (evoluindo ao nadar na água) é um passo importante.

 

As crianças devem ter um tubo para o seu tamanho. Se a faz respirar no seu tubo, a extremidade bocal, o diâmetro e o comprimento serão demasiado grandes. Este último elemento é muito importante... Respirar num tubo demasiado grande vai provocar uma rápida falta de ar nos pequenos mergulhadores. De facto, o tamanho do tubo deve ser proporcional à capacidade pulmonar do praticante com barbatanas. Se for demasiado grande, o utilizador vai inspirar uma parte significaiva de CO2 que expeliu na zona do tubo.

O seu aprendiz de snorkeling não está muito à vontade com o manuseamento do tubo? A partir dos 6 anos, proponha começar com a máscara Easybreath®. Permite ver e respirar debaixo de água pelo nariz. Já não há a sensação de falta de ar, nem o risco de embaciamento ou entrada de água ao cair na água!

Outro fator-chave para o sucesso da primeira experiência de snorkeling é garantir um bom equilíbrio de flutuação à criança. Os mais jovens sentem-se mais seguros com uma correia abdominal, enquanto os mais velhos apoiam-se numa barra insuflável ou uma prancha. Estando estáveis, podem usar as barbatanas e observar o fundo marinho com total tranquilidade.

Número 4

PROLONGUE A AVENTURA DE SNORKELING!

PARTILHE ESTA ATIVIDADE EM FAMÍLIA E DELICIE-SE DESCOBRINDO A VIDA SUBAQUÁTICA
Pai e filha snorkeling

O snorkeling é unânime na sua tribo: porque não continuar a iniciação num clube especializado? Existem clubes que propõem sessões de snorkeling e iniciações para as crianças no mar. Pode também fazê-lo em família em bons trilhos aquáticos!

VOLTAR PARA O TOPO