O SEU EQUIPAMENTO PARA CORRER NA NEVE

A prática de corrida na neve exige alguma adaptação, a começar por um equipamento adaptado às condições de frio intenso, sobretudo se estiver exposto ao vento de norte.

O calçado deverá ter um sola com rasto muito alto, já que os riscos de escorregar são elevados. Mesmo apesar de o manto branco amortecer parcialmente as quedas, importa manter alguma prudência nesse domínio. Podemos também usar fixações (uma espécie de molas), que são aplicadas por baixo do calçado e que permitem aumentar significativamente a aderência. É um dispositivo equivalente às correntes usadas nos pneus dos carros para poder andar na neve fresca.

QUAL É A TÉCNICA PARA CORRER NA NEVE?

A mudança de aderência entre as diferentes superfícies cobertas de neve pode apanhar-nos desprevenidos. As zonas compactadas para a prática de ski de fundo são parecidas com as condições que encontramos normalmente na nossa prática desportiva em meio natural ou até mesmo na estrada. Alguns metros mais à frente, podemos todavia encontrar uma passagem totalmente coberta com neve virgem onde nos enterraremos até acima do tornozelo. Tal exige alguma capacidade de antecipação e a melhor solução consiste em fazer uma boa leitura do percurso que iremos seguir. O caminho mais rápido não será necessariamente uma linha reta como numa estrada, mas sim um traçado onde haverá melhores apoios.

É preciso também adaptar a passada. Para esse efeito, deverá reduzir a amplitude da sua passada. Quanto mais curta for, mais breve será o seu apoio e, se o pé escorregar nesse apoio, já terá o outro pé no apoio seguinte, limitando assim os riscos de queda. O seu centro de gravidade fica, além disso, no alinhamento do corpo, assegurando um melhor equilíbrio nas zonas com uma camada superficial de gelo.

Se a parte superior do seu corpo estiver bem relaxada e os braços estiverem ligeiramente afastados, terá mais estabilidade ainda. Pense no equilibrista que caminha na corda bamba ou na mais recente modalidade de slackline, em que os praticantes utilizam apenas os braços para manter a estabilidade.

FAÇA EXERCÍCIOS DE CORE!

Os exercícios de core e de preparação física geral são altamente benéficos para correr na neve. Efetivamente, a faixa abdominal é fortemente solicitada nos apoios "traiçoeiros". Esse trabalho será, aliás, benéfico também para a sua prática de corrida durante as outras épocas do ano.

CONSELHOS PARA CORRER NA NEVE

DÊ ESPECIAL ATENÇÃO À ALIMENTAÇÃO

A prática de desporto com tempo frio implica um gasto energético acrescido. 

Tal exige uma alimentação adaptada para compensar essas perdas calóricas. 

Não descure também a hidratação nas suas sessões de corrida na neve, porque mesmo não tendo sensação de sede, as perdas hídricas são bem reais.

OUSE CORRER NA NEVE!

São cada vez mais as competições que se realizam em estâncias de ski, incluindo as de média montanha. Aproveite a oportunidade para desfrutar de um momento de prazer com um dorsal no peito e pôr em prática todos os conselhos fornecidos neste artigo. Muitas vezes essas corridas são muito curtas e não exigem treinos excessivos, especialmente se, tal como muitos de nós, procura o prazer e a superação dos seus limites, em detrimento do puro desempenho.

Não use o frio e a neve como argumento para manter a sua prática desportiva em hibernação. Pelo contrário, aproveite essas condições para viver momentos mágicos. Quando chegar a primavera, sentirá orgulho em ter mantido a sua forma física e eliminado os pequenos excessos consumidos na época festiva de fim de ano.

DESCUBRA A NOSSA SELEÇÃO DE CONSELHOS