COMO OTIMIZAR A BATERIA DA SUA BICICLETA ELÉTRICA?

Tem a sensação de que a carga da bateria se esgota demasiado depressa? Aprenda a tirar o máximo partido da sua bicicleta com assistência elétrica (BAE) para aumentar a autonomia e prolongar a sua vida útil. A durabilidade da bateria da sua bicicleta com assistência elétrica depende do número de ciclos de carga, pelo que convém otimizar a sua utilização. Apresentamos 5 conselhos para prolongar a duração da bateria:

WEB_dsk,mob,tab_sadvi_int_TCI_2018_URBAN CYCLING[8405261]conselho otimizar bateria bae

1. Efetuar uma carga completa antes da primeira utilização

Acaba de comprar uma bicicleta com assistência elétrica? Antes de a utilizar pela primeira vez, é indispensável efetuar uma primeira carga completa da bateria. Quando o indicador LED mudar para verde, poderá então fazer-se à estrada!

2. Não esperar que a bateria esteja totalmente descarregada para a recarregar

Graças à tecnologia de iões de lítio sem efeito de memória, a bateria da sua bicicleta com assistência elétrica não precisa de estar totalmente descarregada para ser posta à carga: as nossas baterias podem ser recarregadas em qualquer momento. Uma dica: para saber exatamente que nível de carga tem a sua bateria, a BAE deverá estar parada.

3. Uma carga completa de três em três meses

Não é, de igual modo, obrigado a carregar a bateria a 100% sempre que a puser à carga. É no entanto conveniente recarregá-la totalmente pelo menos uma vez de três em três meses, sobretudo quando a bicicleta não for utilizada durante um período de tempo prolongado. É um procedimento de precaução muito útil para evitar uma descarga total e falhas daí decorrentes!

4. Carregar bem a bateria antes de um longo percurso

Devemos limitar o número de ciclos de carga para otimizar a vida útil da bateria? Ou devemos, pelo contrário, privilegiar o nosso conforto, nomeadamente se formos dar uma volta de bicicleta mais prolongada? É tudo uma questão de organização! Seja como for, importa ter em conta que uma BAE é mais pesada do que uma bicicleta normal. Antes de se fazer à estrada, certifique-se de que conseguirá sempre chegar ao seu destino em caso de avaria.

5. Aprender a calcular a autonomia da bateria

O número de quilómetros que é possível percorrer com uma carga depende de vários fatores, como o desnível do percurso, o estilo de condução, o peso do ciclista e da carga transportada, a pressão dos pneus ou, ainda, a temperatura ambiente (a autonomia será menor nos dias mais frios!). Se a experiência é fundamental neste domínio, existem no entanto software específicos que permitem calcular com precisão a autonomia da bateria em função das condições existentes.

6. Guardar a bateria num local apropriado

Quando não utilizar a sua BAE durante um período de tempo prolongado, retire a bateria e guarde-a carregada num local fresco (entre 10 e 25 °C), seco e ao abrigo do sol. Se esse período for superior a três meses, coloque a bateria em modo de stand-by.

WEB_dsk,mob,tab_sadvi_int_TCI_2018_URBAN CYCLING[8405268]conselho otimizar bateria bae

7. Cuidar da bateria tão frequentemente quanto necessário

Seja na cidade ou no campo, a sua bateria é exposta a rudes condições, com projeções de lama, pedras ou pó. É por essa razão imprescindível limpá-la de forma minuciosa e regularmente com uma esponja húmida! Antes de a encaixar no seu compartimento ou espaço de instalação, deverá ainda verificar se não existem corpos nessas zonas.

8. Ganhar velocidade

Normalmente, quanto mais intensivamente pedalarmos, mais alto é o nível de assistência elétrica. Para preservar a autonomia da bateria, todas as BAE estão atualmente equipadas com um limitador de potência destinado a limitar a assistência quando o motor for fortemente solicitado. Assim que a bicicleta atingir uma velocidade de 25 km/h, a assistência elétrica é, deste modo, automaticamente desligada.

9. Saber pedalar sem assistência

A assistência elétrica deve ser encarada com uma ajuda e não como um motor. Destinada a apoiar o nosso esforço quando necessitamos, pode ser desligada quando pedalamos em zonas planas ou em descidas, sobretudo quando o nível de carga for baixo. Nada mais simples, graças ao botão ON/OFF ao alcance da ponta dos dedos!

10. Verificar regularmente a pressão dos pneus

Se não estiverem devidamente cheios, os pneus travam o andamento da bicicleta, solicitando mais a assistência elétrica. Para otimizar a autonomia da bateria, não se esqueça de verificar regularmente a pressão dos pneus, que deve estar compreendida entre 3,5 e 5 bar. Limitará deste modo também os riscos de furo e obterá maior segurança e conforto!