Como evitar ficar enjoado quando pratica mergulho?

Estás a planear uma saída para praticar mergulho e já estás com medo de ficar enjoado por causa do trajeto de barco? Descobre aqui alguns conselhos para lutar contra este fenómeno!

Como evitar ficar mareado quando pratica mergulho?

O que provoca o enjoo? 

Também chamado de "naupatia", o enjoo é bastante frequente na população. Afeta em geral cerca de 25% da população, mesmo sendo difícil ter uma estimativa real, uma vez que em alguns indivíduos é um mal estar momentâneo: Não é por ficar uma vez enjoado durante uma saída no mar que irá voltar a acontecer, e vice-versa. Este fenómeno resulta antes de um problema de equilíbrio, mais precisamente de um mau funcionamento do ouvido interno. Efetivamente, o enjoo surge após uma confusão entre o que vemos e o que ressentimos (desfazamento sensorial): o nosso olho vê um ponto fixo, enquanto o nosso ouvido deteta movimento. É assim que a pessoa pode ficar enjoada, uma vez que nesse momento o seu cérebro recebe informações totalmente contraditórias. Esta dificuldade de análise vai provocar vários sintomas, mais ou menos intensos consoante a pessoas, como enjoos, vómitos, vertigens, dor de cabeça e fadiga.

Truques para prevenir ficar mareado

Prevenir para não enjoado

Para prevenir ficar enjoado existe uma regra simples de recordar: "a regra dos 4F" (Frio, Fome, "Fear" (medo) e Fadiga). Trata-se dos 4 fatores que mais contribuem para o surgimento do enjoo de mar. É, assim, importante tê-los em consideração para evitar ficar doente uma vez a bordo. O que é igualmente válido antes de qualquer mergulho, porque se existe uma regra de ouro antes de entrar dentro de água é estar em forma! 
Já percebeste que mais vale prevenir antes de enfrentar o mar. Para tal, pensa em cobrir-te durante a travessia para chegar ao local de mergulho, hidrata-te, não embarques com o estômago vazio, certifica-te que estás em forma e finalmente, pensa em manter-te calmo, mesmo que as condições meteorológicas estejam um pouco complicadas. Além disso, evita sentar-te ao lado do motor, uma vez que os cheiros que este liberta podem-te provocar náuseas. Um pequeno truque: olha para o horizonte. Isto pode ajudar-te a ultrapassar o enjoo.

Truques para prevenir ficar mareado à superfície

O que fazer se ficares enjoado à superfície e debaixo de água?

Embora o mais frequente é ficar enjoado enquanto está a bordo do barco, pode também manifestar-se quando estiveres à superfície da água . Mesmo que haja pouca ondulação, pode ser o suficiente para ficares enjoado. Neste caso, o melhor é mergulhar e esperar que a sensação de enjoo passe. Geralmente, o enjoo passa e poderás aproveitar uma bela sessão de mergulho, mesmo se há poucos minutos atrás parecia impossível.
No entanto, também é perfeitamente possível ficar enjoado quando estás debaixo de água, sobretudo durante a paragem nos patamares, se a ondulação for forte. Se estás com alguma sensação de mau estar debaixo de água, é importante que tenhas alguns pontos de referência visuais para tentar que a sensação de enjoo passe. Se os enjoos não passarem, só te resta um solução: vomitar no regulador. Mesmo não sendo a melhor solução, é o que deves fazer! E não te preocupes, não vai perturbar em nada o funcionamento do regulador.

Que tratamentos realizar para evitar ficar enjoado?

Deves ser cauteloso relativamente à toma de medicamentos contra o enjoo. O tratamento clássico é feito com medicamentos muitas vezes à base de dimenidrinato, que pode ter efeitos secundários perigosos para os mergulhadores, como secura de boca, diminuição da atenção e narcose de azoto. Se vais mergulhar, podes optar por medicamentos homeopáticos, como a Coculina, que não apresenta efeitos secundários. O ideal é pedires conselhos diretamente ao teu médico ou farmacêutico.

Baptiste, diretor da área digital na Subea

Baptiste

Diretor da área digital - padi rescue e nível 1 ffessm

Sou diretor da área digital da marca Subea. Fervoroso adepto de caça submarina e apneia, também pratico mergulho com garrafa há mais de quinze anos. Faço mergulho autónomo até 60 metros.