A PRÁTICA DA CORRIDA NA PRAIA

Chega o verão, as férias e a vontade de dar uma corrida perto do mar.
A praia, com todo o seu cenário idílio convida à prática desportiva e é um terreno muito interessante para explorar, qualquer que seja o nível na prática da corrida.

rapariga a correr na praia

PARA RECARREGAR AS BATERIAS

Menos para quem vive junto ao mar durante todo o ano, a prática da corrida na praia permite desfrutar de um ambiente prático e propício à fuga e à renovação constante.
Esta prática varia consoante as marés e a hora do dia, mas o ideal para se recarregar as baterias é encontrar os itinerários habituais com prazer renovado.

PARA FORTALECER

Correr na areia exige um esforço muscular mais completo e intenso do que correr na estrada ou em caminhos. Por isso, esta é uma excelente forma de se fortalecer os músculos, em particular os gémeos e os quadriceps. 

Sugestão: Experimentar correr com as pernas submersas até meio dos gémeos. Nota-se uma diferença surpreendente da resistência criada pela água!

A PRÁTICA DA CORRIDA NA PRAIA

PARA FORTALECER OS TORNOZELOS!

Correr na areia, ou seja, em piso instável ajuda a fortalecer os músculos que estabilizam os tornozelos. Este exercício é útil para o praticante de corrida na estrada com tendência a ignorar este exercício. Os praticantes de trail também irão desfrutar de uma praia de seixos ou de rochas.

A realização da PFG (preparação física geral) na areia exercita a proprioceção (perceção do corpo em movimento) ao mesmo tempo que proporciona atividades educativas essenciais.

PARA AMORTECER OS CHOQUES

A corrida em piso macio contribui para a redução dos choques que se sentem claramente na corrida em estrada. 
É por isso uma alternativa muito apreciada para quem padece de alguns males, como a periostite.

PARA FAVORECER A CIRCULAÇÃO SANGUÍNEA

Já que o cenário é junto do mar, seria uma pena não se fazer uma incursão de alguns centímetros na água fresca. Vai um mergulho? Não é preciso mergulhar-se, basta apenas molhar um pouco as pernas para sentir a sensação e melhorar a circulação sanguínea.
Esta ação proporciona uma agradável sensação de frescura, sempre agradável com temperaturas mais elevadas. Ideal ainda para quem corre descalço e pode usufruir ao máximo destas sensações!

aventurar EM SESSÕES TEMÁTICAS

A praia prolonga-se por um caminho de montanha ao longo da costa? Isso é perfeito para sessões de fartlek, sempre divertidas e eficazes. 

Fartlek, significa "jogo rápido" em sueco, ou seja, é um método de treino que combina corrida contínua com treino intervalado.
Por isso, há sempre a opção de se optar por caminhadas curtas pelas dunas, uma prática particularmente exigente.

Resumidamente, a corrida pela praia tem muitas vantagens, desde que se respeitem determinados princípios:

GARANTir ALGUMA PROGRESSIVIDADE

O princípio da progressividade aplica-se sempre na corrida e, por conseguinte, na corrida pela praia. De facto, embora o piso mole reduza os impactos, tem tendência a esticar o tendão de aquiles. Corrermos descalços também representa uma mudança importante para o corpo, o que pode facilmente provocar lesões. 
Por isso, é importante optar pela corrida na praia com moderação e segurança.

A nossa sugestão: Fazer alguns percursos descalço, mas não toda a sessão, especialmente se não se estiver acostumado ou se se recear patologias tendinosas.

rapariga a alongar na praia

variar AS ZONAS de corrida

Em qualquer praia, acabamos sempre por reparar que existem diferentes tipos de piso: a areia seca e macia e a areia molhada, mais ou menos consistente. 
A areia molhada deve ser o terreno favorito! É um piso que permite uma transição para os pisos duros a que estamos mais habituados no dia-a-dia.
A areia macia é muito exigente e provavelmente mais difícil para se completar a totalidade do treino/corrida neste tipo de piso.

ter ATENÇÃO AOS ACIDENTES

Já concluímos que a praia é perfeita para se correr descalço. No entanto, devemos ter atenção o local onde colocamos os pés!
Não é raro aparecerem zonas com pedras aguçadas ou conchas cortantes que podem estragar o prazer da corrida ao longo da costa.
Se o caminho atravessar uma zona de rochas, é importante manter sempre muita atenção às condições de aderência, que podem mudar repentinamente, especialmente na presença de algas.

A PRÁTICA DA CORRIDA NA PRAIA

ATENÇÃO AOS GOLPES DE CALOR

No verão, as temperaturas podem subir rapidamente, tornando a corrida na praia uma atividade refrescante. 

No entanto, não esquecer de trazer água para que a hidratação seja feita regularmente durante o treino. 

Proteger a pele, aplicando pelo menos protetor solar ou usando vestuário anti-UV, são outras recomendações essenciais para os treinos da água. 

Por último, deve evitar-se correr quando as temperaturas atingem o seu valor máximo, entre as 12 e as 16 horas.

A praia é um terreno de prática muito atrativo para qualquer praticante de corrida, quer procure divertir-se ou realizar um exercício específico. Basta seguir algumas regras simples para tirar o máximo partido desta prática. Vamos a isso? Boas corridas na praia!

mais conselhos de corrida?