Caça mulher

A caça no feminino

Em frança, a caça é a terceira atividade de lazer preferida dos franceses

SEGUNDO DADOS COMUNICADOS PELA FEDERAÇÃO NACIONAL DOS CAÇADORES, EXISTEM EM FRANÇA CERCA DE 1.200.000 PRATICANTES DE CAÇA NO PAÍS, 2% DOS QUAIS SÃO MULHERES. EMBORA POSSA PARECER MODESTO, ESSE NÚMERO NÃO PARA DE AUMENTAR.

Conheça a nossas praticantes!

Comecemos por Céline, vendedora na secção de caça/natureza da Decathlon de Orange há 4 anos. "Na loja onde trabalho, sou conhecida e reconhecida pelos clientes e pelos meus colegas como uma pessoa apaixonada e apaixonante", conta-nos esta mulher que alia o prazer pela venda à sua paixão. Céline lembra-se de ver, já desde criança, o seu pai sair de manhã com a sua cadela para ir caçar no Ventoux, regressando, muitas das vezes já de noite, com faisões na sua bolsa de caça. Ainda se lembra do prazer que sentia ao ajudar o pai a depenar essas aves!

Céline tirou a sua licença de caça em 1999, aos 20 anos de idade. Depois de prometer ao pai ser humilde e respeitar sempre as espécies cinegéticas durante a caça, o pai ofereceu-lhe a sua primeira espingarda. Tendo começado pela caça maior, principalmente a caça ao javali na região de Ardèche, esta caçadora, que desempenha atualmente a função de tesoureira da associação de caçadores da sua aldeia, começou a interessar-se pela caça menor, que é atualmente o tipo de caça que mais pratica em Serignan du Comtat, uma pequena aldeia situada na região de Vaucluse.

Praticando frequentemente com o marido ("que nem sequer era caçador e tinha algumas ideias preconcebidas em relação ao mundo cinegético") e na companhia da sua pequena setter inglesa, Céline é a única caçadora nesse território que conta com cerca de 140 caçadores. Todavia, "as mentalidades estão a mudar nesse domínio", confia-nos esta entusiasta caçadora, que tenciona inclusivamente aprender a caçar com arco!

Passemos agora a Roseline, 48 anos, que trabalha na secção de caça/natureza da loja Decathlon de Oyonnax desde 2011. Com licença de caça desde 1993, esta amante da natureza e da caça dedica-se essencialmente à caça menor com cão de parar. "O que me agrada acima de tudo nesta atividade é poder ensinar e partilhar bons momentos com a minha cadela: vê-la procurar, ler no seu olhar esse sentimento de satisfação e orgulho quando me traz uma galinhola ou um faisão... são momentos únicos". Mas há outros aspetos também! "Observar o meio ambiente, aprender em cada momento um pouco mais sobre a fauna e a flora, é isso que me entusiasma na caça", refere Roseline.

Praticando em dois territórios, um deles em média montanha para a caça à galinhola e à lebre, e o outro em terrenos abertos para o faisão, o coelho, a perdiz e o pato, Roseline confessa sentir-se bem integrada entre os seus companheiros de caça masculinos. Estes mostram-se aliás "satisfeitos e orgulhosos por poder partilhar a sua atividade com entusiastas caçadoras que respeitam o ambiente e as espécies cinegéticas". Tal como Céline, a nossa embaixadora tenciona explorar outras modalidades. O seu próximo projeto? Tirar uma formação para poder caçar com arco.

Pauline começou a trabalhar na Decathlon em 2012 e desde que foi integrada na secção de caça/natureza", teve oportunidade de lidar com muitos amantes da natureza, tal com ela". Conta-nos como começou a praticar caça e fala-nos dos valores que defende e tenta transmitir no seu dia a dia, nomeadamente no seio da sua vida familiar.

"Desde muito pequena que vivo num meio rural, nomeadamente na região de Gâtinais. Costumava acompanhar o meu pai na caça e na pesca. Na minha adolescência, enquanto as minhas amigas iam ao centro comercial eu levantava armadilhas de caça e espalhava sementes para atrair caça numa parcela de que tomávamos conta. Depois, fui para a cidade para prosseguir os meus estudos... Conheci o meu marido (com quem tive 2 filhos) que tirou a sua licença de caça há 6 anos. Tive vontade de experimentar também a caça. Prometi ao meu irmão mais novo que tiraríamos a licença juntos quando ele fizesse 16 anos. A promessa foi cumprida há 2 anos e com muito brio!

Tanto pratico caça menor como caça maior (apenas ao javali, a minha alma é demasiado sensível para matar cervídeos!) mas os pombos são a minha predileção. Estou a pensar tirar brevemente a licença de caça com arco com o meu marido.

Além disso, só caço aquilo que como, por uma questão de princípio... e os nossos filhos são educados com base neste princípio. Costumam acompanhar-nos e têm um contacto muito próximo com a fauna e a flora. Queremos que respeitem o ambiente (somos fãs do canal RMC Descoberta lá em casa!)

Na minha opinião, podemos caçar e ao mesmo tempo gostar da natureza, dos animais e preservar o próximo. É um princípio que prezo muito e são valores que quero transmitir tanto aos caçadores, como aos mais reticentes em relação à caça."

Vanessa, outra embaixadora da Solognac há já quase 3 anos, participou na conceção da gama têxtil para mulher. Pratica caça há sensivelmente 10 anos. "Tirei a minha licença de caça em 2008 por decisão de impulso para poder partilhar a paixão do meu ex-marido. Não sabia nada deste desporto, mas sendo uma pessoa muito curiosa, lancei-me à descoberta."

Ao longo dos anos, Vanessa começou a desenvolver uma verdadeira paixão pela caça maior em batida na região de Hautes Alpes e de Drôme, nomeadamente com a sua matilha de cães devotos. "Nas nossas caçadas, eu ficava num posto fixo e o meu ex-marido batia o terreno com as nossas cadelas. O simples facto de as ouvir trabalhar para descobrir os animais era um regalo para os meus ouvidos e para os meus olhos quando o biótopo me permitia observá-las."

Praticante também de caça de aproximação, Vanessa gosta de estar no meio da natureza: aproximar-se ao máximo do animal a caçar, "é outro mundo, outra prática..." Embora se interesse também pela caça com arco e pelo tiro desportivo, a caça maior é e será sempre a sua caça predileta: "mal posso esperar pelos magníficos dias que a caça em batida nos proporciona", confessa-nos.

A nossa oferta para senhora

Temos tudo o que precisa para se iniciar à prática!

Conselhos sobre caça

Como escolher as minhas munições de caça?

Como escolher as minhas munições de caça?

Veja todos os nossos conselhos para escolher as suas munições de caça.
SUGESTÕES DE PRESENTES PARA O SEU CAÇADOR FAVORITO

SUGESTÕES DE PRESENTES PARA O SEU CAÇADOR FAVORITO

Procura uma ideia de prenda para um apaixonado pela Caça, mas não tem grandes conhecimentos sobre este desporto? Nós ajudamos!