COMO ESCOLHER UNS SKIS FREERIDE?

Tens uma enorme vontade de explorar as encostas e experimentar o prazer do freeride mas não sabes que modelo de ski é mais indicado para esta modalidade? Explicamos-te tudo!

escolha uns skis freeride, conselho wedze

O ski freeride é, por natureza, um desporto livre. Explorar novos terrenos com total liberdade é a principal motivação dos praticantes do freeride. A prática acontece em percursos acidentados com neve de qualidade variável, por isso é importante equipar-se com uns skis perfeitamente adaptados a este tipo de ambiente.
Que skis deves escolher? Siga o guia

QUAIS SÃO OS CRITÉRIOS?

Para manter o desempenho e desfrutar da descida ao máximo, os skis freeride têm características técnicas específicas, distintas das de uns skis alpinos.
O lift, o arco e o rocker são critérios importantes para a escolha dos skis freeride. O ski terá um comportamento diferente em função do tamanho do praticante.

1/ SKIS MAIS LARGOS 

A olho nu, a largura do patim é aquilo que distingue um ski freeride de um ski alpino. Localizada sob os pés, a largura do patim é um componente crítico dos teus skis. Quanto mais largo for, mais lift o ski terá em neve solta. O patim de um ski alpino tem, em média, 70 a 85 mm de largura.

Num ski freeride, a largura do patim pode chegar aos 130 mm! A largura de um ski relativamente multifuncional situa-se entre 90 e 105 mm, sendo mais largo em skis exclusivas, especialmente para uso em neve solta.

Uns skis freeride podem ser utilizados em encostas, mas será mais difícil esquiar e o esforço exigido é maior.  Se gosta de praticar freeride e também de realizar curvas cavadas nas encostas, opte por uns skis com até 95 mm de largura.

COMO ESCOLHER UNS SKIS FREERIDE?
Como escolher uns skis freeride?

2/ ESCOLHA DO ARCO

O arco do ski é o que determina a forma como o ski curvará quando pousado no chão. Para veres o arco, pouse os skis no chão, direitos (ou deite-os de lado). Pode ser liso, tradicional ou inverso (só o ponto central do patim do ski contacta com o chão).

Atualmente, a maioria dos skis freeride do mercado têm um arco tradicional.  Isto significa que a espátula e o tail dos seus skis tocarão na neve, mas o ski será levantado no meio. Com um arco tradicional, quando calças os skis e te inclinas sobre os bordos para virar, toda a superfície entre a espátula e o tail entrarão em contacto com a neve.

É um verdadeiro prazer esquiar e desenhar belas curvas com uma boa aderência!

Como escolher uns skis freeride?

3/ Estilo rocker

Num ski com um "rocker", a espátula, e por vezes o tail, levanta-se do chão muito antes do que um ski com arco. Isto significa que os pontos de contacto avançam para o meio do ski. A superfície do ski em contacto com a neve é mais reduzida: desfrutará de um melhor controlo e mais flutuação em neve macia. Quando se inclina para realizar curvas, o comprimento dos bordos oferece mais aderência em neve dura.

Quanto mais comprido for o rocker, mais controlo terá sobre o ski!

CONSELHOS DO JAMES!
PRATICANTE DE FREERIDE E GESTOR DE PRODUTO

És esquiador experiente e procuras uns skis com aderência para realizar grandes curvas? Opta por uns skis alpinos com um shape direcional e um rocker frontal.
Procuras uns skis divertidos, fáceis de utilizar e eficientes dentro e fora da pista? Escolhe uns skis com um arco tradicional e duplo rocker.

Procuras uns skis que flutuam em neve solta com muita rotação?
A escolha é, sem dúvida, uns skis com arco tradicional e duplo rocker e uma largura de patim superior a 100 mm.

Como escolher uns skis freeride?

O tamanho dos teus skis freeride é importante. Se quiseres um maior controlo, opta por skis 5 cm mais curtos. Pelo contrário, os esquiadores intermédios que procurem lift e estabilidade, especialmente a alta velocidade, deverão optar por skis até 10 cm maiores do que os seus tamanhos habituais.

NÃO tE ESQUEÇAs!

Antes de te aventurares para fora da pista, e mesmo sendo de nível intermédio, lembra-te que, por definição, o perigo está sempre presente.
Para garantir a tua segurança e a dos teus entes queridos, equipa-te o melhor que conseguires para minimizar o risco. Para isso, são essenciais três produtos: um DVA (Deteção de Vítima de Avalanche), uma sonda e uma pá. Com este equipamento essencial, poderás esquiar nas altas montanhas e dar aso à imaginação.

Como escolher uns skis freeride?

CÉDRIC PIATEK

líder digital

#powderday