Porque se recomenda o uso de capacete de ski e snowboard?

Questionas-te sobre a necessidade de usar capacete de ski e snowboard? No entanto, os dados são claros: a seguir às pernas, a cabeça é a parte do corpo mais afetada nos acidentes de desportos de inverno.

Porque se recomenda o uso de capacete no ski e snowboard?

Sabias que as lesões na cabeça surgem em segundo lugar na lista de ferimentos em acidentes de desportos de inverno? E, contudo, somos apenas 56% aqueles que o usam em adultos. Parece-nos pouco, tendo nós conhecimento das possíveis consequências de um impacto na cabeça! Embora atualmente 95% das nossas crianças se equipem com um capacete e até 89% dos adolescentes também, os adultos que o usam são apenas 56%.

150 000 Feridos, dos quais 3% com traumatismos cranianos

Os médicos de montanha estão na linha da frente para observar as consequências de acidentes em desportos de inverno. A associação dos médicos de montanha, que reúne quase 300 médicos de clínica geral instalados nas estâncias de desportos de inverno francesas, implementou aliás uma rede de observação dos acidentes na montanha, tendo registado mais de 20 000 acidentes todos os anos desde 1992*.  

Deste modo, sabemos que, em 8 milhões de praticantes de desportos de deslize no inverno, 150 000 sofrem ferimentos*. 3% de traumatismos cranianos, ou seja, todos os anos cerca de 4 500 pessoas são afetadas por esta patologia. Por vezes com consequências muito graves.

Pode acontecer a qualquer pessoa

Sophie Claude, médica na estância de ski de La Clusaz, no exercício da sua profissão vê muitas vezes as consequências dos impactos na cabeça em acidentes de ski, snowboard ou até trenó. Vê sobretudo que qualquer pessoa se pode ver numa situação assim: "lembro-me de um doente de 82 anos que estava a esquiar sozinho e sem capacete, já que, dizia, nunca caía… Sim, mas pronto, foi derrubado por outro esquiador. Correu tudo bem, mas teve ainda assim de ser vigiado no hospital durante 48 horas."  

Sophie usa capacete quando esquia: "Sim, uso capacete, para minha segurança e sobretudo para dar o exemplo aos meus filhos, mas também aos adultos que não o usam…". Gostaria muito de ver mais profissionais do ski, como os monitores ou os socorristas de pista, a fazerem um esforço deste lado e também darem o exemplo.   "Os défices ou as sequelas que podem resultar de um traumatismo craniano são muito diversos, consoante o tipo de choque. Embora 90 % das vítimas recuperem no período de 6 meses após um traumatismo craniano ligeiro, este pode revelar-se mais grave, envolver um estado de coma e deixar sequelas como paralisia, dificuldades de equilíbrio problemas de memória, etc…  Atualmente, 3% das lesões observadas na sequência de acidentes nas pistas são traumatismos cranianos. " explica Sophie.

Uso de capacete: um gesto que se deve tornar natural

Aurélien Laurent nunca sai sem o capacete, quer seja para se manter nas pistas ou sair para fora do território balizado. Socorrista de pista na área da estância de La Clusaz há 8 anos, esquiador há mais de 30 anos, o uso do capacete é para ele um gesto natural. "Quando saímos para a floresta ou fora de pista, tendemos a pensar no capacete, mas a pista é hoje em dia igualmente perigosa. As pistas são mais bem preparadas, pelo que as pessoas tendem a esquiar mais depressa, sem que sejam necessariamente capazes de dominar essa velocidade… As colisões entre esquiadores e os impactos nas quedas são por isso mais intensos. E os riscos de traumatismo craniano graves aumentam também."

Porque se recomenda o uso de capacete no ski e snowboard?

Boas razões para usar capacete

A primeira boa razão para usar capacete de ski é assim para proteger a cabeça num acidente, já que está provado que o uso de capacete reduz a gravidade das lesões associadas a um impacto na cabeça. Depois de experimentar, basta adotá-lo como teu.  "Antes eu nunca usava capacete, tinha a sensação de que me iria incomodar e, além disso, eu era sempre prudente, por isso dizia a mim mesmo que não precisava. Um dia, assisti a uma colisão que me levou a investir num capacete de ski. É engraçado, porque, hoje em dia, já não me imagino a esquiar sem capacete: mantém-me quente, é confortável e sinto-me mais seguro" Mathieu, esquiador amador que usa capacete.   Efetivamente, calor, conforto, estilo… existem tantas outras boas razões para usar. Mais quente do que um gorro, existe para todos os tipos de cabeça, grandes ou pequenas, com todas as formas, com apertos diferenciados para melhor se ajustar a cada um. Alguns tapam as orelhas, ao passo que outros não; alguns têm viseira ou um sistema de arejamento, ou mesmo as duas coisas. Todos têm um sistema de fixação da máscara de ski. Se já tiveres usado um capacete e este tiver sido um incómodo, não era certamente o teu tamanho! Este é um critério importante para escolher corretamente o capacete de ski!    

Os profissionais da medicina e da segurança na montanha são unânimes e recomendam que toda a gente use capacete, para se protegerem em caso de queda e de impactos na cabeça durante a prática de ski ou snowboard. Atualmente, os capacetes de ski são além disso confortáveis e sublimam a roupa que usar nas pistas de ski. Assim, qualquer que seja a tua razão para usar capacete, a verdade é que não existe nenhuma que justifique não o usar!   Ainda não encontraste o teu? Na Decathlon, os capacetes Wed'ze estão disponíveis na loja ou em decathlon.PT, a todos os preços e com todos os estilos!   *Fonte: site da associação de médicos de montanha acidentologia dos desportos de inverno http://www.mdem.org/france/DT1190189670/page/Les-chiffres.html