PORQUÊ PRATICAR JUDO QUANDO SE É CRIANÇA?

« Porquê? ou Para quê? » Provavelmente, todos os anos muitos pais colocam esta questão, quando têm que escolher as atividades desportivas dos seus filhos. 

judo_enfant_conseil_sport

O judo é um desporto de combate originário do Japão. Trata-se de um desporto de "preensão" praticado com um Judogi (ou seja, um kimono), cujo objetivo consiste em derrubar o adversário fazendo-o cair sobre as costas, numa área definida sobre o tatami e respeitando as regras de preensão do Judogi (normalmente designadas Kumi kata).

Por vezes, os novos judocas entram no dojo (local de prática do judo) porque um dos pais, uma irmã mais velha ou um irmão mais velho é ou foi praticante desta disciplina. Por vezes, a criança apenas deseja fazer o que a mãe ou o pai fazem. Acontece também que os pais, tendo eles próprios praticado este desporto, inscrevam naturalmente o filho no clube de judo mais próximo.

PARA TER UM BOM DESENVOLVIMENTO FÍSICO

Com a prática de judo, a criança, numa primeira fase, desenvolve as suas capacidades de motricidade e flexibilidade, multiplicando os exercícios lúdicos de rolamento e de movimentações de todo o tipo, em pé ou deitada. 

Voltará para casa frequentemente cansada (um bom cansaço) pois terá gasto energias durante 1h a 1h30 sem se aperceber (duração habitual de uma aula de judo). 

O judo é um excelente desporto para canalizar as inesgotáveis energias dos nossos filhos.

judo_enfant_conseil_sport_2

PARA APRENDER A RESPEITAR REGRAS

Nos primeiros treinos, a criança descobrirá também os rituais que o professor pretende impor aos praticantes. A saudação no tapete, a proibição formal de pisar o tatami (tapete de judo) com os sapatos, a saudação de início da aula ao professor e a saudação ao seu parceiro de treino antes de cada exercício em pares...

Tais saudações simbolizam as marcas de respeito ao local (o dojo e o tatami) e ao professor, além de um agradecimento ao seu parceiro de treino pela resistência que vai colocar na oposição. 

A saudação do início da aula faz também uma demarcação do lugar ocupado junto ao professor por cada um dos praticantes, pois os judocas são alinhados por grau, do menos graduado (o judo começa com cinturão branco) à direita do professor, ao mais graduado, à esquerda do professor.

PARA DESENVOLVER PERSEVERANÇA

Após alguns meses de prática regular e assídua nas aulas, o jovem judoca será sujeito a um breve exame sobre os conhecimentos que adquiriu e poderá assim trocar o cinturão branco por um cinturão amarelo (ou branco/amarelo se ainda for muito jovem). 

Este importante momento na vida do judoca permite-lhe valorizar o trabalho realizado e compreender que poderá, também ele, pensar em mudar o seu cinturão se treinar regularmente e se se mostrar participativo nas aulas.

PORQUE SE TRATA DE UM DESPORTO ACESSÍVEL...

...e adequado a todas as constituições físicas e a todas as idades, aliado a um equipamento acessível do ponto de vista financeiro.

Os treinos são geralmente realizados por faixas etárias. Os exercícios são adaptados ao peso e à altura dos praticantes e os agrupamentos por tipos morfológicos permitem que todos se possam exprimir, independentemente da sua constituição física. É evidentemente uma extraordinária oportunidade para fazer novos amigos, e todas as pessoas que praticam judo há muitos anos confirmarão que fizeram amigos para a vida. 

O judo também é um desporto bastante acessível do ponto de vista financeiro, pois o equipamento necessário à prática é um Judogi frequentemente vendido com um cinturão, bastando pagar uma licença e a inscrição no clube.

 

 

 

judo_enfant_conseil_sport_3

PARA SE ABRIR A UMA NOVA CULTURA

Quando falamos de judo, pensamos evidentemente no Japão. A prática do judo implica abrir-se um pouco a esta cultura do país do Sol Levante. 

Com efeito, todas as técnicas são aprendidas com o seu nome japonês e, em função das exigências do professor, podem ser solicitadas pelo seu nome japonês ou pela sua tradução portuguesa. 

O jovem praticante terá portanto de trabalhar também a sua memória e aprender rapidamente a fazer uma grande projeção da anca, dizendo O-goshi. 

A saudação e o respeito do outro que se veem em todos os momentos do treino são também uma herança da cultura japonesa.

PARA APRENDER A GERIR O STRESS EM COMPETIÇÃO

Todos os jovens judocas já o vivenciaram… Esta ligeira sensação de nervosismo que se sente quando se pisa o tapete de competição para combater contra outro judoca que normalmente não se conhece. 

Esta sensação está acessível desde a mais tenra idade, pois as nossas crianças têm a oportunidade de se enfrentar com um árbitro sempre gentil em competições entre clubes onde os principiantes podem combater duas ou três vezes nas suas primeiras competições e, muitas vezes, sair ostentando orgulhosamente a sua primeira medalha. 

Todas as crianças obtêm uma recompensa nas suas primeiras competições.

ESTES CONSELHOS PODEM INTERESSÁ-LO :