Navegue quente em vela cruzeiro

Quando o inverno chega, chegam também o vento e o frio! E no entanto, um grande número de praticantes continuam a navegar. Como é que se protegem do frio? Quais os segredos destes entusiastas que se mantêm na ponte, em qualquer altura do ano? Descubra os nossos conselhos e dicas para nunca mais ter frio a bordo!

Vela de cruzeiro

Navegar no inverno adotando o sistema « 3 camadas » 

O importante, durante a prática de vela de cruzeiro é poder proteger o seu corpo das intempéries, conservando uma boa liberdade de movimentos e algum conforto. Ou seja, a escolha do seu vestuário e acessórios é determinante! A missão do seu vestuário invernal? Evitar o frio, o vento e a humidade. O seu aliado? O sistema de 3 camadas! 
Permite-lhe eliminar a transpiração, conservar o calor e protegê-lo da humidade. Veja este exemplo:          
– Camada 1: roupa térmica de vela ou uma camisola ou calças que conservem o calor do seu corpo e proporcionem respirabilidade e comodidade nos movimentos;          
– Camada 2: um polar ou softshell que reforça o seu isolamento térmico e que facilita a eliminação da transpiração          
– Camada 3: um casco de vela e umas jardineira impermeáveis e respirantes que o protegem das diversas condições meteorológicas (chuva, humidade, vento, etc.). 

Evite usar roupa em algodão quando navegar no inverno, uma vez que este material vai absorber a transpiração e ficar húmido ao contacto, acentuando a sua sensação de frio. 

Um outro parâmetro que deve igualmente ter em conta a bordo no inverno: a temperatura sentida! 

Esta noção salienta a temperatura que o seu corpo sente no exterior, quando não está protegido do vento. Concretamente, a temperatura sentida é muitas vezes inferior em alguns graus à temperatura indicada pelos serviços meteorológicos. Alguns grais que por vezes fazem toda a diferença quando navega no mar!

Vela cruzeiro, no inverno: prioridade para a proteção das extremidades!

Nem sempre pensamos nisso, mas é pelas extremidades que o seu corpo vai perder o precioso calor. 
É por isso fundamental que proteja ao máximo o trio sensível «cabeça, mãos, pés».

Como? Completando o seu sistema de 3 camadas com acessórios indicados para estas partes do corpo. Coloque no seu saco de vela:

– um gorro espesso: a cabeça pode perder até 50 % do calor produzido pelo seu corpo! Proteja-a com um gorro sobre o qual coloca o capuz impermeável do seu casaco de vela;
– luvas de vela: para a prática de vela de cruzeiro, deve privilegiar o uso de luvas em neoprene, relativamente às luvas mitenes tradicionais ou luvas de dois dedos. As luvas de neoprene vão proteger corretamente os seus dedos do frio, e atenuam igualmente a fricção contra as cordas.
– galochas de vela: impermeáveis e respiráveis, proporcionam para além disso, conforto e aderência. Pode deslocar-se na ponte, com toda a segurança e ter os pés sempre secos.

Outras dicas para que a sensação de frio não se instale a bordo!

Agora está bem equipado contra as condições climáticas e pronto para se fazer ao mar neste inverno.

Uma vez a bordo, não diminua a vigilância e adote os bons gestos para evitar o frio:

– hidrate-se bem;
– coma de forma equilibrada e sobretudo alimentos quentes;
– durma convenientemente, porque o cansaço favorece o surgimento da sensação de frio: os famosos pequenos arrepios quando o corpo reclama descanso…

Um bom equipamento de vela, algumas dicas, e já está pronto para se alargar à sua atividade favorita mesmo no inverno. Bom vento !

Considere também usar umas jardineiras, já que são um vestuário indispensável durante a prática em condições adversas a intensas. Protegem perfeitamente contra a humidade, ao mesmo tempo que permitem uma plena amplitude de movimentos.

camada 3 vela de cruzeiro

Recomendamos-lhe igualmente os nossos conselhos de vela