FUTSAL: QUE QUALIDADES PARA QUE POSIÇÃO?

Tens o que precisas para a tua posição?

futsal criança kipsta

O futsal, anteriormente designado "futebol de salão", difere do seu parente futebol de 11 pela polivalência exigida. As características e qualidades de cada jogador definem a posição inicial, que irá evoluir ao longo de cada fase de jogo. Os jogadores são levados a movimentar-se constantemente, fazer rotações e trocar de posições para confundir a equipa adversária, desorganizando a sua defesa.

A CAPACIDADE MENTAL

A prática de futsal exige esforços curtos, intensos e repetidos que não facilitam a concentração dos jogadores no plano técnico, tático e psicológico. Para resumir, a principal qualidade do jogador de futsal, independentemente da sua posição, consiste em jogar "no limite" fisicamente, mas mantendo a cabeça fria emocionalmente e conservando a sua calma e lucidez. Deve ter capacidade para resistir à pressão e manter-se concentrado, abstraindo-se do que se passa fora do campo: reações do público, ruído, etc. Um momento de desatenção pode ter consequências negativas imediatas, ao contrário do futebol de 11, em que um erro de um jogador pode ser compensado pelo seu companheiro de equipa.

O GUARDA-REDES

Um bom guarda-redes de futsal deve ter capacidade para proteger a sua baliza através das movimentações, da gestão de situações de frente-a-frente e de inferioridade numérica, assim como da comunicação. Deve ser capaz de orientar os seus defesas na posição do pivô pelas costas. Embora não haja nenhum perfil típico, o guarda-redes deve possuir bons apoios, uma boa coordenação, capacidade de dissociação e resistência. É um jogador corajoso, capaz de intervir e ficar concentrado no jogo em cada momento, sem deixar de gerir bem as suas emoções.

O PIVÔ

O pivô é o primeiro a defender, mas também o ícone do ataque. As suas ações determinam se a equipa deve defender numa linha mais avançada ou recuada. Existem dois tipos de pivôs: o malicioso, que se esconde no segundo poste ou nas costas dos defesas - é também um finalizador, mais especificamente utilizado quando a equipa joga com alas de extremidade (jogador de pé direito à direita e jogador de pé esquerdo à esquerda); o apoio, que joga de costas para a baliza e é capaz de proteger a bola, passar e virar rapidamente sem perder a bola - é mais utilizado nos jogos que utilizam jogadores com falso pé (jogador de pé direito à esquerda e vice-versa). O pivô deve ainda permitir que os alas rematem à baliza, bloqueando a saída do defesa.

O FIXO

É na maioria dos casos um jogador com mais experiência, que tem uma boa leitura de jogo e capacidade de antecipação. Dotado de apoios dinâmicos, deve gostar de defender e não largar o adversário. É também bom em lançar contra-ataques, com velocidade para avançar rapidamente. Fisicamente, é um jogador com capacidade para repetir os esforços mantendo-se eficiente nas numerosas fases de transição.

O ALA

O ala é um jogador vivo e muito ativo, em constante movimentação e muito eficaz nas fases de transição. Deve ter qualidades de desmarcação e anulação de desmarcações, bem como saber eliminar os defesas da equipa adversária (bom driblador) e rematar forte.