DESCOBRIR O SKIMBOARD

Pouco conhecido do público geral, o skimboard é uma atividade física digna desse nome que pode ser praticada em qualquer lado, desde que haja um pouco de água. Descubra este desporto único, que oferece sensações próximas das do surf e do skate! 
 

Já terá provavelmente visto pessoas a lançar e correr atrás de uma prancha de madeira, saltando em seguida para cima da mesma para deslizar durante alguns metros e executar manobras espetaculares. Esta prática tem o nome de skimboard. Talvez nunca tenha ouvido esse nome, mas saiba que o skimboard pode ser praticado em qualquer lado e por qualquer pessoa.

O MATERIAL NECESSÁRIO PARA O SKIMBOARD

Descoberto na Polinésia na década de 1930, o skimboard surgiu nas praias francesas por volta da década de 1960 e teve a sua verdadeira expansão na década de 1990. É na maioria dos casos praticado com uma prancha fina de madeira com pouco mais de um metro e sem quilha. A prancha é atirada com máxima velocidade para uma zona onde haja uma fina camada de água e o praticante salta para cima da mesma para deslizar o máximo possível. Em função do nível do praticante e do tipo de spot onde será praticado o skimboard, a prancha pode ser em espuma, madeira ou fibra/resina (com processo de fabrico idêntico ao das pranchas de surf). 
Para uma iniciação em total segurança, é aconselhável utilizar uma prancha de espuma. A espuma oferece uma maior absorção dos choques induzidos pelo praticante e pelos mais diversos obstáculos (rochas, gravilha, destroços de madeira...).

ONDE E COMO INICIAR-SE NO SKIMBOARD?

Para iniciar-se no skimboard de forma totalmente segura, é primordial escolher um spot adaptado. Deverá partir sempre do princípio de que as quedas serão inevitáveis e de que a prancha fugirá ocasionalmente debaixo dos seus pés, sem qualquer controlo ou rumo certo. As canelas, tanto as suas, como as dos veraneantes que estiverem nas imediações, serão as partes mais afetadas em caso de contacto violento. Escolha um spot onde haja pouca gente ou então afaste-se das zonas onde haja maior concentração de pessoas.  
 
Para começar, enquanto não dominar as técnicas básicas, escolha um spot sem ondas ou com poucas ondas, uma praia com ligeira inclinação e pouca profundidade de água (menos de 5cm) será ideal.  Comece por treinar o lançamento, sem correr. Lance a prancha (não a atire) para a frente com velocidade, de modo a que esta percorra a máxima distância possível. Repita o gesto a andar, aumentando gradualmente a sua velocidade até correr. Quando dominar o gesto na perfeição, ganhe mais velocidade, lance a prancha e tente saltar em cima da mesma. Mantenha os
joelhos bem fletidos e as costas direitas para manter o melhor equilíbrio. E pronto, já consegue deslizar!  
 
Para evitar magoar-se em caso de queda na areia, use um fato de neoprene ou, no mínimo, um shorty. Beneficiará assim de uma proteção térmica adicional e poderá prolongar o prazer das suas sessões.

AS PRINCIPAIS MANOBRAS NO SKIMBOARD

Já consegue deslizar em pé na sua prancha de skimboard e está a descobrir as suas primeiras sensações? Parabéns!  
Sendo o skimboard uma modalidade muito próxima do surf e do skate, existe toda uma série de manobras que poderá tentar executar para ocupar as suas tardes de verão e surpreender os amigos.

 
Algumas das manobras mais populares: 
- As rotações: são fáceis de aprender.  Uma vez de pé sem cima da prancha, com velocidade, poderá tomar apoio com a mão na água para fazer um 180 (meia-volta), um 360 (volta completa), um 540, 720,...  
-O switch: consiste em deslizar com os pés na posição invertida à normalmente usada. Se for regular (pé esquerdo à frente), tente deslizar em posição goofy (pé direito à frente).  
-Ollie: É a manobra mais conhecida no skate e também pode ser executada no skimboard, fazendo um salto em água plana. Para conseguir, faça apoio no pé de trás para levantar o nose da prancha. De modo quase simultâneo, o pé da frente empurra a prancha para a frente enquanto as pernas imprimem uma ligeira impulsão para levantar a prancha. 
-Shove-it: Dê uma impulsão para fazer rodar a prancha sobre a superfície da água, enquanto estiver no ar. 
-Pop shove-it: É a combinação de um Ollie e de um Shove it. Quando estiver no ar, a prancha irá dar uma ou várias voltas sem tocar nos seus pés. 
 
Os mais experientes que tiverem a sorte de praticar num spot com ondas poderão executar as mesmas manobras do surf: ondulações, tubos, aéreo...
 
ESTÁ PRONTO A COMEÇAR! 
 

DESCUBRA A NOSSA SELEÇÃO DE CONSELHOS

VOLTAR PARA O TOPO