COMO VESTIR UMA CRIANÇA QUE VAI LEVAR CONSIGO NUMA CAMINHADA ?

Logo header como escolher skis de fundo

COMO VESTIR UMA CRIANÇA QUE VAI LEVAR CONSIGO NUMA CAMINHADA ?

Como vestir uma criança que levar consigo numa caminhada?
número 1

VESTIR UMA CRIANÇA NO VERÃO:

Se o levar num lenço ou marsupial, o bebé fica junto ao seu corpo, fica protegido do vento e o porta-bebé forma já quase uma "camada" de roupa. Deixe-o então de body ou t-shirt de tecido leve e respirável. Lembre-se sobretudo de tapar o corpo ao máximo (braços, pernas, peito dos pés…) para o proteger do sol; já para não falar dos itens obrigatórios: chapéu e óculos de sol!

Em contrapartida, se usar um porta-bebé rígido, leve um casaco corta-vento e um gorro, já que a criança está mais arejada, mas também mais exposta caso faça frio de repente ou se ficar ventoso.
Não negligencie o calçado, já que o peito do pé é particularmente sensível às queimaduras solares e aplique creme na pele que não ficar tapada!

Por fim nunca é demais lembrar: limite ao máximo a exposição direta ao sol e opte por caminhadas antes das 12 h ou depois das 16 h.

número 2

VESTIR UMA CRIANÇA NO INVERNO:

Deve respeitar a técnica das 3 camadas:
- Uma camada 1 em contacto direto com a pele (T-shirt, calças justas, body) quente e respirável. A lã de merino é especialmente adaptada e deve ser preferida ao algodão, já que evitará a sensação de frio provocada pela transpiração.
- Uma camada 2 tipo polar, para fornecer calor.
- Uma camada 3 (casaco/ fato integral) quente e/ou impermeável, consoante a atividade praticada.

Como vestir uma criança que levar consigo numa caminhada?

Para limitar o desconforto associado às pregas e às pontes térmicas, opte por uma camada 3 com fato integral, que garantirá a proteção mais eficaz da criança.
Pense nas extremidades! A nossa cabeça, como a dos mais pequenos, é uma das maiores fontes de perda de calor, pelo que é obrigatório usar gorro! Lembre-se também dos pés e das mãos. Menos evidente, mas igualmente importante, não se esqueça dos óculos de sol, porque no inverno a radiação UV continua sempre presente!

No inverno, opte por transportar a criança num lenço ou marsupial, já que a criança beneficia assim do seu calor. Se utilizar um porta-bebé rígido, tape a criança para que fique protegida do frio e das correntes de ar.

Lembre-se de que vai transportar e caminhar ao mesmo tempo, pelo que a sua sensação será diferente da da criança, que vai parada. Não se esqueça também que a fisiologia da criança faz que arrefeça muito mais rapidamente do que um adulto em condições de frio, pelo que se deve limitar a saídas de curta duração (1/2h – 1h máx. consoante a temperatura exterior) e com bom tempo! 

As crianças muito jovens nem sempre expressam bem as suas sensações, lembre-se sempre de ir perguntando se têm frio e de confirmar se as mãos e os pés não arrefecem demasiado dentro das luvas ou do calçado. Para reativar rapidamente a circulação nas extremidades, pode tirá-lo do porta-bebé e pô-lo a andar alguns passos.

No caso dos mais pequenos, esfregue-os bem e incite-os a mexerem-se (pode levá-los a reagir fazendo cócegas, por exemplo).

RECOMENDAMOS TAMBÉM OS NOSSOS OUTROS CONSELHOS 

MARGAUX

AUTORA CONSELHOS CAMINHADA NA NATUREZA
VOLTAR PARA O TOPO