COMO ESCOLHER A SUA AMOSTRA FLEXÍVEL?

Existem amostras de diferentes tamanhos e formatos. Descubra, neste conselho, as mais adequadas para otimizar as suas hipóteses de captura.

A escolha de uma amostra flexível faz-se em função de 2 critérios: o seu tamanho e o seu formato.

número 1

O tamanho

6cms.png

As amostras flexíveis inferiores a 6 cm são adequadas à pesca de predadores de pequeno porte.

6et10cms.png

Entre 6 cm e 10 cm, as amostras flexíveis são polivalentes e permitem pescar predadores de pequeno a médio porte.

10cms.png

Acima dos 10 cm, as amostras flexíveis destinam-se à pesca de grandes predadores.

número 2

O FORMATO

O formato das amostras flexíveis confere-lhes uma movimentação diferente.

As amostras do tipo "popper" e "stickbait" nadam à superfície e são utilizadas para pescar em locais com ervas.

As amostras do tipo "jerkbait" e "crankbait" nadam entre duas águas. Quanto mais comprido for o tamanho da paleta, mais a amostra nadará em profundidade. São as amostras mais polivalentes, permitem pescar na maioria dos lagos, lagoas e rios.

As amostras do tipo "lipless" não têm paleta e afundam. Permitem praticar pesca de fundo.

poissons_nageur_1.jpg
poisson_nageur

RECOMENDAMOS-LHE IGUALMENTE OS NOSSOS CONSELHOS SOBRE PESCA DE PREDADORES

VOLTAR PARA O TOPO