COMO ESCOLHER O SEU EQUIPAMENTO PARA A PESCA DO CHOCO?

Para si, bicicleta de estrada rima com:

    O essencial:

cana udan
A cana

Como acontece com a maior parte das pescas no mar, convém pescar com material adequado. Para tal, há que conhecer as especificidades da cana de pesca ao choco. A sua ação (curvatura) é bastante parabólica. A vantagem prende-se com a necessidade de absorver os puxões do choco, cujos tentáculos são bastante frágeis.

Relativamente ao comprimento: recomenda-se 2,10 m e 2,40 m. Quanto mais comprida a cana, mais longe poderá lançar e maior o controlo da cana. Quanto mais curta for a cana, mais ganhará em leveza e espaço durante o transporte, ou ainda num barco ou espaço reduzido.

carreto choco
O carreto

O carreto a utilizar não precisa de uma grande reserva de fio, bastando 100 m a 130 m (multifilamento ou nylon). Quanto mais leve o carreto, mais confortável será a pescaria. Os tamanhos recomendados vão de 2000 a 3000 ou de 20 a 30 (segundo as marcas).

Na Decathlon, encontre a bicicleta de que precisa:

Mantenha o contacto

É importante manter o contacto com a amostra durante a pesca ao choco, além de sentir claramente o fundo. Para tal, recomenda-se vivamente a utilização de uma linha multifilamento. Um multifilamento entre 10/100 e 16/100 servirá na perfeição.

Convidamo-lo também a utilizar um estralho em fluorocarbono adaptado ao local onde pretende pescar. Quanto mais exíguo for o local (entre rochas ou diques ou com conchas), mais importante será a utilização de um estralho para resistir à abrasão. Para tal, recomenda-se a utilização de um fluorocarbono de 30/100 ou de 40/100.

número 3

As amostras (palhaço)

Uma amostra convencional com anzóis simples ou triplos não é adequada à pesca de cefalópodes. A amostra mais adequada à pesca do choco é o palhaço. A sua particularidade prende-se com o facto de possuir inúmeros anzóis na parte traseira. Isso permite bloquear os tentáculos do choco e puxá-lo mais facilmente. Existem vários tamanhos, que vão de 1.0 a 3.5. Quanto mais elevado, mais grosso é o palhaço. Convém adequar o tamanho da amostra ao tamanho dos chocos presentes (chocos pequenos -> amostras pequenas e vice-versa).

número 4

A montagem

Para manter o contacto com o fundo convém acrescentar um chumbo à sua montagem, determinando o peso em função do fundo e da corrente. Se não conseguir sentir o fundo, utilize um chumbo com uma gramagem mais elevada.

montagem Ebika
VOLTAR PARA O TOPO