COMO ESCOLHER O MATERIAL PARA SURFAR NO INVERNO?

   

O outono acabou de chegar e, no entanto, já começa a bater os dentes só com a ideia de voltar a surfar em água fria? Mesmo com os dias mais curtos, são muitas as vantagens para continuar a surfar no inverno: ondas perfeitas, spots com menos gente, etc.

Motivado(a)? Só tem de escolher um equipamento adaptado e seguir algumas destas dicas para surfar com a mesma facilidade que no verão.

number_1

VOLTAR A VESTIR O FATO INTEGRAL A PARTIR DO OUTONO

A PARTIR DO MÊS DE OUTUBRO, A TEMPERATURA DA ÁGUA COMEÇA A CAIR, É ALTURA DE USAR O FATO INTEGRAL DE NEOPRENO. MAS QUE FATO ESCOLHER? 5/4MM, 4/3MM OU 3/2MM ?
diferentes tipos de fatos de surf

Antes de ir à água, escolha cuidadosamente a espessura do neopreno do seu fato pois vai determinar a eficácia de isolamento e, assim, a duração da sua sessão. Considere a espessura do neopreno como uma segunda pele que constitui uma barreira contra a água fria. Está indicada através de dois ou três números: 5/4 milímetros, 4/3 ou 3/2 milímetros. - O fato ideal para o outono: 3/2 milímetros (mm) significa que a espessura do neopreno é de 3mm nas pernas e 2mm nos braços. Estes fatos são menos espessos ao nível dos braços para facilitar a rotação e o remar. Abaixo dos 17°C escolha: - O fato indispensável para o inverno: 4/3 milímetros (mm) significa que a espessura do neopreno é de 4mm nas pernas e 3mm nos braços. Estes fatos n Está bom de ver: quanto maior for a espessura do neopreno, mais quente será. - O fato 5/4 mm, a melhor proteção contra águas muito frias: 5/4 millimetros (mm) significa que a espessura do neopreno é de 5mm nas pernas e 4mm nos braços.  Nota : encontra por vezes fatos 5/4/3mm (como o nosso modelo equivalente de mulher) que representam um compromisso entre um fato 4/3mm e um fato 5/4mm.

number_2

OTIMIZE A PROTEÇÃO CONTRA O FRIO COM OS ACESSÓRIOS DE NEOPRENO 

APESAR DA ESPESSURA DO FATO DE NEOPRENO, O FRIO OBRIGA-O A DEIXAR O LINE-UP?
Tamanho de fato

Não, não é necessariamente friorento(a): acrescentar uma licra térmica sob o fato é eficaz para adicionar calor mas pensou em cobrir os membros que estão mais em contacto com a água durante a sessão?
 em águas abaixo de 17°c, recomendamos que proteja as extremidades do corpo para reduzir a perda de calor, de acordo coma seguinte ordem:

Os botins de neopreno são os primeiros acessórios de neopreno que completam a proteção térmica do fato integral. Há dois tipos de botins de neopreno:

- AS MEIAS DE SURF / BODYBOARD : com a sola de poliuretano, são mais flexíveis do que os botins permitindo assim manter os pés quentes mantendo simultaneamente um bom contacto com a prancha ; um ponto muito apreciado pelos surfistas mas também pelos praticantes de bodyboard, pois protegem os seus pés da fricção depois de colocadas nos pés de pato de bodyboard.

- OS BOTINS : de neopreno espesso (3mm ou 5mm), oferecem uma maior proteção contra o frio e o meio marinho (rochas) do que as meias de surf. Um detalhe que faz todo o sentido quando tem de percorrer vários quilómetros antes de chegar ao spot e está muito frio... cuide dos seus dedos.

 

As luvas e a balaclava, são bastante recomendadas para continuar a surfar regularmente durante todo o inverno:

- AS LUVAS: no surf, passamos mais de 90% do tempo da sessão a remar, por isso, não se esqueça das luvas sempre que a temperatura da água cai para baixo dos 12°C.

- A BALACLAVA: quando a temperatura atinge os 7°C, surfista corajosos(a), põe a balaclava! Conforme a sensação de frio, a balaclava de surf é indispensável: não só para reduzir o efeito de arrepio quando espera as ondas mas também a sensação de dor de cabeça intensa por causa do frio quando realiza um bico de pato.

 

number_3

FAZER UMA VERIFICAÇÃO COMPLETA DO EQUIPAMENTO

As primeiras sessões no outono estão aí, mas o sol compete consigo para ver quem é o primeiro a despontar no mar depois de um dia de trabalho? Sim, as sessões depois do trabalho que vão pela noite dentro acabaram… não desanime frente ao ecrã: é só um adiamento! Pratique menos o surf mas melhor: comece por fazer uma verificação completa do equipamento antes da chegada do inverno:

wax tribord
A WAX PARA ÁGUA FRIA

Muda a estação, muda a wax na prancha: retire a wax e aplique a wax para água fria a partir de outubro ou até novembro se vive no sul.

Leash tribord
O LEASH SOBRESSELENTE

A chegada do inverno nas nossas costas é acompanhada por swels mais consistentes e potentes: verifique o estado da corda do leash, fixa ao plug da prancha de surf. Como o cuidado nunca é demais, leve uma corda e um leash sobresselente no carro: este cuidado evita que tenha de abandonar o pico com tristeza se o leash se partir… No inverno, não corra o risco de estar no pico, durante uma sessão dinâmica, sem a sua prancha: ao mínimo sinal de desgaste ou rotura do leash, mude-o! (no mínimo uma vez por ano)

prancha de surf olaian
A PRANCHA DE SURF ADAPTADA ÀS CONDIÇÕES DE INVERNO

No take-off durante o inverno, ter a prancha certa nos pés pode fazer toda a diferença: se já está habituado(a) a surfar com diferentes shapes de pranchas, sente que alguns viram mais depressa, outros arrancam mais facilmente ou avançam mais depressa ao remar. Não existe um modelo de prancha perfeitamente adaptado a todas as condições e tamanhos de ondas possíveis, mas pode ter no seu quiver várias pranchas para surfar em todas as estações. Resumidamente, alguns modelos são mais volumosos e adaptados às pequenas ondas de verão (por exemplo, as longboards e as pranchas de espuma) e outras têm uma forma mais fina (como as shortboards) para ondas tubulares e mais potentes. Nosso conselho: treine o surf com shapes e tamanhos de prancha diferentes para melhorar a técnica e aperfeiçoar o estilo.

number_4

PREPARE A FASE APÓS A SESSÃO

DEPOIS DO ESFORÇO, O CONFORTO! NO INVERNO, É MELHOR PREPARAR O REGRESSO À ÁGUA PARA NÃO PREJUDICAR AS PRÓXIMAS SESSÕES DE SURF:  
saco para prancha de surf
O SACO/RECIPIENTE PARA FATOS PARA DIAS HÚMIDOS

A felicidade de surfar com chuva! Mutas vezes, as sessões com chuva são acompanhadas por ventos offshore e spots desertos, dois aspetos que só aumentam a diversão dos surfistas. Mas quando chega o momento de regressar ao carro e vestir a roupa sob a chuva, o cenário muda: o saco ou recipiente para fatos tem a dupla vantagem de proteger os pés do chão húmido e manusear o fato de neopreno sem inundar a bagageira.

poncho tribord

   

O PONCHO PARA SE AQUECER

Tente ao máximo proteger-se do vento no inverno para não apanhar frio e prepare com antecedência a sua roupa para uma maior eficácia quando a vestir sob o poncho (t-shirt do lado certo, calças no sítio certo, etc…). O tempo não colabora e dificulta esta tarefa? Adote a solução de recurso: proteja os assentos do carro com o poncho, ligue o aquecimento no máximo no carro e volte para casa depressa! 

garrafa térmica
  A GARRAFA TÉRMICA PARA SE HIDRATAR

Cá entre nós: nada como um bom chocolate quente que está à sua espera no carro para revigorar depois de uma sessão fresca! Dica: leve também uma garrafa de água quente antes de ir surfar, vai aquecer as mãos e os pés que podem estar entorpecidos depois da sessão!

VOLTAR PARA O TOPO