gel-energético

Como escolher um gel energético?

Qualquer esforço físico envolve um gasto energético que deve ser compensado. Os géis energéticos são compostos por nutrientes e micronutrientes que satisfazem as necessidades associadas ao esforço. O objetivo é atenuar o esgotamento das reservas de energia e, deste modo, reduzir a fadiga durante o esforço. A escolha do gel faz-se em função do esforço e/ou do momento de consumo.

1. Desporto e hidratos de carbono

Uma alimentação regular e adequada durante o esforço permite a reidratação, o aporte de sódio e retarda o esgotamento das reservas de energia.

O aporte regular de hidratos de carbono tem várias consequências benéficas no desempenho:

  - Os hidratos de carbono fornecidos durante o esforço serão consumidos preferencialmente e permitirão utilizar menos reservas.

  - O aporte de hidratos de carbono permite manter o mesmo esforço durante mais tempo e permite aumentar o número de repetições de um treino fracionado.

  - A glicemia é mantida a um nível que permite ao cérebro funcionar de forma ótima e permite também diminuir a sensação de fadiga, os erros de decisão e as falhas de coordenação resultantes da fadiga.

  - O aporte de hidratos de carbono permite limitar os danos musculares causados pelo esforço. De facto, assim que o stock energético se esgotar, os músculos devem encontrar energia utilizando uma fonte adicional. Esta energia adicional será produzida a partir da degradação das proteínas que constituem as fibras musculares.

2. O que é um gel energético?

O gel energético foi concebido para satisfazer as necessidades associadas ao esforço físico. Geralmente, é composto por hidratos de carbono, como a glicose, a frutose e a maltodextrina. Contém frequentemente outras substâncias: vitaminas e minerais para um efeito antioxidante, cafeína para um efeito estimulante e aminoácidos para um efeito protetor.

Os géis fornecem um concentrado de hidratos de carbono que permitem reduzir o esgotamento das reservas. No entanto, devem ser associados a um aporte de líquidos para satisfazer as necessidades associadas ao esforço.

Outro benefício dos géis é a facilidade de transporte e de consumo.

Para uma utilização ideal, todos os géis energéticos devem ser consumidos com um pouco de água, pois são muito concentrados e, em algumas pessoas, podem provocar problemas digestivos.

3. Como escolher o gel energético?

As recomendações relativas aos hidratos de carbono são de 30g de hidratos de carbono/hora para qualquer atividade entre 1 e 3 horas. Este fornecimento passa a 60g de hidratos de carbono/hora além das 3 horas de esforço, ou até mais quando o corpo o requer.

Os Energy gels short distance e long distance são ideais para consumo nas sessões de treino ou em competições. São compostos por uma base de hidratos de carbono que combina glicose, frutose e maltodextrina. São igualmente ricos em vitaminas, minerais e cafeína para consumo durante diferentes esforços.

Enriquecimento dos energy gels short distance

- Vitamina B1: contribui para um metabolismo energético normal.

- Vitamina B6 e B12: contribuem para a redução da fadiga.

- Vitamina E e Zinco: contribuem para a proteção das células contra o stress oxidativo.

O Energy gel short distance é ideal para esforços entre 1h e 3h. Consuma 1 gel a cada 45 minutos a 1h com água.

Enriquecimento dos energy gels long distance

- Vitamina B1: contribui para um metabolismo energético normal.

- Vitamina B6 e B12: contribuem para a redução da fadiga.

- Vitamina E e Zinco: contribuem para a proteção das células contra o stress oxidativo

- Cafeína

- BCAA

O Energy gel long distance é ideal para esforços superiores a 3h. Consuma 1 gel a cada 45 minutos a 1h, a partir de 3 horas de esforço. O gel deve ser consumido com uma bebida isotónica para satisfazer as necessidades nutricionais, que são 60g de hidratos de carbono/hora durante uma atividade física que ultrapasse 3 horas.

fotografia consultor

Marie fauchille

Dietista-nutricionista, apaixonada por multidesporto e remo

Descubra a nossa seleção de conselhos

hidratação-ciclismo

Como hidratar-se num triatlo

O triatlo é um desporto exigente em que cada detalhe conta, a técnica, a experiência, a gestão mental, o equipamento e, claro, a estratégia nutricional. A hidratação é um dos pontos essenciais para o êxito de um triatlo.
bebida-isotónica

Para que servem as bebidas isotónicas?

Bebida isotónica, bebida energética, ou ainda bebida de esforço, existe uma miríade de termos para designar as bebidas destinadas aos desportistas. Estas bebidas são cada vez mais populares, mas o que significam estes termos? São todos equivalentes? Como as consumir?
bebida-recuperação

Para que serve uma bebida de recuperação?

Costuma ouvir falar sobre bebidas de recuperação, mas sabe exatamente para que servem? Quais são todos os seus benefícios, mais concretamente numa atividade desportiva como o triatlo?
nutrição-bicicleta

Como se alimentar durante uma prova de triatlo

De acordo com o seu nível e forma física, o triatleta levará até 45 minutos para concluir uma distância de sprint, até 4 horas para uma distância olímpica e até 17 horas para terminar um Ironman. Cada prova exige portanto uma preparação nutricional específica.