A ESCOLHA DE UM REGULADOR DE MERGULHO É FEITA EM FUNÇÃO DO NÍVEL DE PRÁTICA E DA PROFUNDIDADE MÁXIMA DO MERGULHO.

ESCOLHER O REGULADOR DE MERGULHO DE ACORDO COM A PRÁTICA E A PROFUNDIDADE

É importante que escolhas o teu regulador em função da profundidade para poder mergulhar com total tranquilidade! Existem várias opções:

- um regulador de pistão simples (imagem): é o regulador usado nos clubes de mergulho. Ideal para mergulhos de 0 a 20 metros de profundidade, é o regulador perfeito se és principiante ou nível 2. É um regulador simples, resistente e de manutenção fácil.
- um regulador de pistão compensado: este tipo de regulador é indicado para mergulhos de mais de 20 metros de profundidade. Proporciona um fluxo de ar significativo, se necessário. Além disso, é um regulador confortável e eficaz. Vários sistemas podem ser adaptados consoante a tua prática, como o anti-freezing para as águas frias ou o efeito venturi, para facilitar a inspiração em caso de maior profundidade.
- um regulador de membrana compensada: é um regulador semelhante ao regulador de pistão compensado em termos de eficácia, mas mais adaptado para águas com partículas ou frias, graças a um melhor isolamento.

Regulador de mergulho de pistão simples

QUE SISTEMA ESCOLHER PARA O REGULADOR DE MERGULHO?

São possíveis várias configurações para ligar o teu regulador à garrafa de mergulho. Sendo assim, qual escolher?

O sistema DIN de um regulador de mergulho

O SISTEMA DIN

O sistema DIN é leve e compacto. Este tipo de regulador é indicado para garrafas de mergulho enchidas a 300 bar, no máximo. Possui uma junta tórica com vista à estanqueidade. 

O SISTEMA INT (OU ESTRIBO)

Contrariamente à configuração de um regulador DIN, o sistema INT dispõe de 2 juntas tóricas para a estanqueidade, o que implica o mínimo de fuga possível. Em contrapartida, é um sistema de regulador frágil e mais delicado de manusear.

O sistema INT (ou estribo) de um regulador de mergulho
Alexandre, vendedor da secção de mergulho na Decathlon de Toulon

ALEXANDRE

Nível 3 FFESSM e Sub-redator Subea

Passa sempre o regulador por água corrente depois de cada sessão de mergulho e guarda-o numa bolsa adequada para o proteger. Além da manutenção, faz uma revisão completa do teu regulador, com recurso a uma entidade certificada todos os anos.