ORIENTAÇÃO: COMO ESCOLHER A BÚSSOLA?

Como escolher a bússola de orientação? Estas são as nossas dicas sobre como escolher a bússola de caminhada ou de corrida de orientação.

Bússola com Placa para Corrida de Orientação e Caminhada decathlon

Em caminhadas, em corridas de orientação ou em BTT de orientação, a bússola é muitas vezes o parceiro indispensável para as tuas fugas na natureza. Mas, consoante a atividade e o nível, as necessidades podem variar.

Quais são as vantagens e as diferenças de cada tipo de bússola e como escolher uma bússola adequada à atividade praticada? Para responder a estas perguntas, fomos conhecer a Louise, chefe de produto na Geonaute e praticante de corrida de orientação há 8 anos.

QUAL A ATIVIDADE PRATICADA?

A bússola não será usada da mesma forma quando se desfruta da descoberta e das caminhadas na natureza e quando se tenta ganhar uns segundos preciosos em competição de corrida de orientação.

Então, para melhor ajuda na escolha da bússola, começamos por apresentar as diferenças práticas quanto à orientação.

Se precisas de uma bússola para sessões de marcha, caminhadas ou trekking, ou se praticas caminhada de orientação, uma bússola compacta ou uma bússola com placa, fáceis de transportar, permitirão encontrar o rumo de forma fácil e rápida.

És principiante em corrida de orientação e estás a descobrir como ler mapas e tirar azimutes? As bússolas com placa, com um grau mais ou menos elevado de informação, acompanhar-te-ão enquanto progrides.

Por último, se procuras performance, tens duas opções: As bússolas de polegar, com a sua agulha rápida e estável e a sua forma em placa ergonómica, permitem uma orientação durante o movimento da corrida e, portanto, poupar tempo. Por sua vez, as bússolas com mira são concebidas para proporcionar precisão máxima em percursos ou ambientes especialmente complexos.

mulher a correr na floresta
Bússola de Mosquetão para Orientação Compact 50 Geonaute decathlon

A BÚSSOLA COMPACTA

Pequena, muitas vezes com várias ferramentas e fácil de prender ao equipamento, tem a vantagem de estar sempre ao teu lado para indicar o norte com facilidade.

“Em passeios, em caminhadas ou mesmo em raides multidesportos: os utilizadores procuram a faceta compacta e instantânea destas bússolas para encontrar facilmente o norte: têm-na sempre à mão. E dá sempre jeito ter, por exemplo, um apito quando se está no meio da natureza. Possuem um sistema de fixação rápida para as prender à cintura ou pendurar na mochila.”

BÚSSOLA GEONAUTE BEGIN 100 PE19

A BÚSSOLA DE PLACA

Para descobrir os mapas, os azimutes e a corrida de orientação. A placa transparente fornece todas as informações necessárias para a leitura de mapas, a definição do trajeto e a determinação de azimutes.

“Para quem se inicia na corrida de orientação, não vale a pena arranjar logo uma bússola de polegar: uma bússola com placa será mais do que suficiente. Estas bússolas estão inscritas numa placa rasa transparente, o que é uma mais-valia para determinar azimutes. Pousa-se a bússola no mapa e tem-se todas as informações na cápsula para fazer o azimute.Toma-nos tempo, pois temos de parar. O círculo e o triângulo permitem desenhar no mapa etapas, pontos de apoio, antes de iniciar a corrida: às vezes há obstáculos, é preciso evitar uma floresta densa, uma vedação...”

Para além do orçamento, o nível do praticante e os seus objetivos também são elementos a ter em conta na escolha da bússola:

Os modelos para iniciação, do tipo Begin 100, fornecem as informações essenciais, assegurando ainda facilidade de leitura da bússola: linha de mira, régua graduada de 5 cm, limbo rotativo para os azimutes, círculo e triângulo para marcar o percurso no mapa...

As bússolas mais avançadas, como a Explo 500, fornecem informações mais precisas para desenhar o percurso e realizar medições e azimutes no mapa, tanto em orientação como em caminhada.

Bússola de Polegar Esquerdo para Corrida de Orientação Racer 500 Geonaute

A BÚSSOLA DE POLEGAR

Para quem tem sempre em mente realizar bons tempos nas suas corridas de orientação, esta bússola ergonómica e reativa permite orientar-se em movimento.

“Com a bússola de polegar, vou poder ler o meu mapa e a minha bússola simultaneamente e vou poder correr com ela. Graças à sua forma, posso transportá-la no polegar e correr sem ser incomodada por um fio. A agulha e a forma da cápsula foram concebidas para sermos muito mais rápidos, pois olhamos para a bússola enquanto corremos. E a natureza ergonómica da placa permite ler o mapa simultaneamente.”

É, portanto, uma bússola adaptada às performances... e às preferências de quem a usa:

“Atualmente disponível em dois modelos: um para o polegar esquerdo e um para o polegar direito. De um modo geral, vai corresponder ao lado inverso do lado dominante. Tendes a preferir deixar a mão dominante livre enquanto corres, por questões de equilíbrio e para afastar a vegetação, e a transportar o mapa e a bússola na outra mão.”

Para além disso, a bússola de polegar também é prática quando tens as duas mãos ocupadas!

Bússola com Mira de Orientação Explorer 900

A BÚSSOLA COM MIRA

Para quem prefere precisão a rapidez. Com o seu espelho e a sua mira, esta bússola ajuda o praticante a orientar-se em mapas complexos e em relação a pontos de referência distantes.

“A bússola com mira é pensada para trabalhar com um mapa, tal como a bússola com placa, mas procura-se maior precisão. Como os escuteiros ou os militares, que praticam muito este exercício, o objetivo é orientar-se no meio da natureza graças à mira, recorrendo a elementos do meio ambiente.”

Então, como utilizar o espelho e a linha de mira da bússola? 

“Abrindo a tampa, o espelho e a mira servem para determinar os azimutes com extrema precisão e recorrendo aos elementos da natureza: fazes pontaria e observas a bússola ao mesmo tempo, graças ao espelho.”

Portanto, uma bússola que proporciona maior precisão, mesmo à distância:

“A vantagem em relação à bússola com placa é a possibilidade de fazer pontaria a pontos precisos e distantes do meio envolvente. Não se procura realizar bons tempos, mas executar uma orientação e um trabalho precisos com base no mapa e no meio envolvente. Com uma bússola clássica, quanto mais longe do ponto de referência procurares, menor a precisão. A mira garante maior precisão com elementos distantes.”

ALGUNS DETALHES SOBRE A PRECISÃO

Quando falamos de informações e de precisão numa bússola, os termos podem ser uma novidade. Mas garantimos que todas as bússolas indicam o norte da mesma forma!

“A agulha é igualmente precisa em todas as bússolas. É o tipo de informações disponíveis na bússola que varia. Quanto maior o nível, mais complexo será o mapa e mais elevado será o nível da bússola para atender a esta necessidade de precisão.”

É, portanto, na cápsula e na placa da bússola que a precisão e as informações variam:

“Uma bússola de nível 100 fornece as informações necessárias para compreender e descobrir o funcionamento de um mapa e de uma bússola. O nível 500 proporciona maior precisão. Adapta-se a percursos mais complexos, permite usar a escala do mapa… É pensado para permitir a leitura do mapa e da bússola ao mesmo tempo. Numa bússola de nível 900, a cápsula irá exibir menos informações, porque o objetivo é ir o mais rapidamente possível e, portanto, conseguir ler rapidamente a bússola. O nível 500 mostra mais informações porque precisamos de pensar mais.”

Bússola com Placa para Corrida de Orientação e Caminhada
praticante de corrida de orientação

MAXENCE

Praticante e entusiasta de corrida de orientação

Vá para o terreno para uma sessão de orientação!

CONSELHOS QUE PODERÃO INTERESSAR: