Já decidiu finalmente começar a fazer excursões a sério, passear a cavalo durante mais tempo e mais regularmente, descobrir novos horizontes e explorar grandes espaços. Chegou então o momento de se equipar como deve ser, a fim de tornar as suas escapadas na natureza mais agradáveis. Privilegie a robustez, o conforto, a funcionalidade e a segurança.

Deverá escolher material adaptado não só a si, como também ao seu cavalo. Não se esqueça que irá passar várias horas em sela num ambiente totalmente diferente do picadeiro. As necessidades e condicionalismos a ter em conta não são, por essa razão, as mesmas das habituais.

O equipamento do cavaleiro em excursão

O critério prioritário na escolha do seu vestuário será o conforto. Deve evitar a todo o custo que a sua roupa limite os seus movimentos! Poderá perfeitamente

optar por calças de equitação ou de ganga adaptadas a passeios equestres, que o protegerão das fricções. Não se esqueça que a escolha das calças será mais importante do que para uma sessão normal de trabalho, já que irá estar mais tempo em sela. Se a sua excursão durar vários dias, privilegie também as matérias que secam rapidamente, para poder vestir calças secas todos os dias. Adapte naturalmente a sua roupa à época do ano e às condições meteorológicas, e proteja-se consoante as mesmas. Pondere o peso do seu equipamento e privilegie as matérias mais leves, o cavalo agradecerá no fim. Em caso de mau tempo, não se esqueça do impermeável ou do poncho, que permitir proteger também o seu equipamento. No verão, tenha cuidado com os riscos de insolação e com as arranhadelas provocadas pelos ramos. Se possível, use uma camisa leve de manga comprida.

Para os seus pés, escolha um calçado resistente, porque poderá ter de caminhar ao lado do cavalo em zonas mais complicadas. Botins com sola de rasto pronunciado são uma opção perfeita para o efeito. Devem proporcionar liberdade, suporte e proteção aos seus pés. Privilegie também o conforto, para evitar as bolhas nos pés, se sabemos bem as dores que provocam!

E para a cabeça? Embora passeio/excursão seja também sinónimo de liberdade, aconselhamos vivamente a usar um capacete, como medida de segurança. Nunca estamos livres de uma queda ou de bater com a cabeça num ramo mais baixo, sobretudo quando praticamos ao ar livre. Um capacete bem ventilado será a opção ideal para os passeios mais longos.

O equipamento do cavalo de passeio

Para equipar o seu cavalo, limite-se ao essencial: uma sela, um suadouro e uma cabeçada serão suficientes. Se o equipamento for devidamente adaptado, não precisará de muito mais. Escolha material que possa reparar facilmente com os meios que levar consigo caso surja um problema durante o seu passeio.

Para a sela, existem vários critérios a ter em conta para aliar resistência, funcionalidade e estabilidade: 

O PESO: 

O importante é encontrar o bom compromisso entre leveza, de modo a que possa manusear facilmente a sela e aliviar peso para o cavalo, e estabilidade, que embora ofereça uma maior segurança, implicará um maior peso. Não se esqueça que poderá enfrentar desníveis mais ou menos acentuados, pelo que é essencial ter uma sela que não se mova no dorso do cavalo.

A CILHA:

Uma cilha em V (ou triangular) é ideal para garantir um bom posicionamento da sela no dorso do cavalo. Oferece também uma melhor estabilidade e evitará equipar o cavalo com acessórios adicionais, como o peitoral-gamarra.

O CONFORTO:

Não se esqueça que irá passar várias horas em sela, pelo que o conforto é um fator importante. Deverá sentir-se bem na sela e conseguir posicionar-se de pé em andamento, com o corpo mais para a frente ou mais para trás sem sentir desconforto. Em caso de fricções repetidas, o couro será mais agradável e mais resistente que as matérias sintéticas.

OS ESTRIBOS:

Pode optar por estribos e loros clássicos. Para maior segurança, recomendamos estribos de segurança para não ficar com o pé preso em caso de queda. Para se proteger das fricções, existem loros dos estribos de tipo "fender" muito úteis.

OS SISTEMAS DE FIXAÇÃO:

Privilegie uma sela com sistemas de fixação para poder ​fixar todo o seu material e as suas bolsas

 

Ao nível do suadouro, deverá privilegiar 2 elementos:

O CONFORTO:

Escolha um suadouro mais espesso mas maleável, que servirá de amortecedor e se adaptará melhor ao dorso do cavalo. Um suadouro com ventilações na linha de dorso será ideal.

A SECAGEM RÁPIDA:

Se tiver de fazer uma pausa de algumas horas, terá tempo para colocar um suadouro seco no cavalo, antes de voltar a coloca a sela.

Quanto à cabeçada, para evitar uma espessura excessiva, suscetível de causar desconforto ao cavalo, o ideal será usar um cabeção/cabeçada "2 em 1", de modo a evitar usar estes dois arreios justapostos. Este produto é ideal, pois permite transformar rapidamente a cabeçada em cabeção, sem ter de desaparelhar o cavalo. Não se esqueça que quando praticar equitação ao ar livre na vertente de passeio/excursão, estará num ambiente sobre o qual não terá total controlo. Mesmo que o seu cavalo seja calmo por natureza, deverá minimizar todos os riscos de fuga.

Ao nível dos materiais, o couro com zonas de reforço tem a vantagem de ser altamente confortável para o seu cavalo, ao passo que as matérias sintéticas de tipo biotano serão mais práticas e fáceis de lavar e cuidar.

Devemos equipar o cavalo com proteções? É a pergunta de toda a gente coloca! Se possível, é preferível não usar proteções, sobretudo se tivermos de passar por zonas de água, pois estas podem desprender-se. Além disso, as passagens em zonas de terra ou de areia poderão, com a acumulação do suor ou da água, provocar fricções dentro das proteções e ferir o cavalo. Se tiver de equipar o cavalo com proteções, certifique-se previamente de que os membros do cavalo estão bem limpos.

Carregamento do cavalo

Se levar alforges para transportar carga, tente repartir bem o peso em ambos os lados e à frente/atrás na sua montada para equilibrar a carga. Se não o fizer, irá desequilibrar a sua sela e poderá causar ferimentos ao cavalo. Atenção, os alforges devem ser fixados na sela, sendo esta que irá suportar e distribuir a carga.

Se o seu passeio durar vários horas, não se esqueça de desmontar regularmente do cavalo para o aliviar. O cavalo ficará mais cansado devido à carga transportada do que aos quilómetros percorridos.

 

Os elementos indispensáveis a levar consigo:

UM FERRO DE CASCOS

OS SEUS DADOS DE IDENTIFICAÇÃO E CONTACTO FIXADOS NO CAVALO, PARA A EVENTUALIDADE DE SE PERDER DO CAVALO

O SEU TELEMÓVEL (NUM BOLSO DA ROUPA E NÃO NUMA BOLSA OU ALFORGE)

COMO EQUIPAR-SE PARA UM PASSEIO A CAVALO?

No início do passeio, caminhe ao lado do cavalo durante cerca de dez minutos, para que o material fique bem acamado e posicionado. A sela ficará com mais estabilidade e a sua montada terá oportunidade de aquecer tranquilamente o dorso antes de subir para a sela.