DEFINA UM PLANO

Antes de cada tiro, escolha o local onde vai caçar. Em terreno plano, será mais fácil. Em fosso, não saberá de onde parte o prato. Visualize então uma zona à esquerda, ao centro e à direita. Antecipe o que se vai passar antes de atirar. Os seus olhos devem estar focados e as suas pernas e pés devem estar estabilizados. Defina um plano, visualize-o e execute-o.

Aprender a atirar ao prato
Lançador de pratos para tiro ao prato

NÃO SE MEXA ANTES DE VISUALIZAR CLARAMENTE O PRATO

Os atiradores estão sempre cheios de pressa. Mas tem tempo. À saída do lançador, o seu cérebro não é capaz de identificar claramente o prato. Por isso, dê-lhe tempo para analisar a velocidade e a trajetória do mesmo. Nunca atire sobre um objeto que não esteja a ver. Assim, dê ordem de lançamento do prato, deixe-o subir, avalie a trajetória e a velocidade e só depois atire.

MANTENHA OS OLHOS NO PRATO

Para aumentar as suas hipóteses de acertar no prato, os seus olhos devem manter-se no prato e não nos canos da arma. Quando conduzimos, olhamos para a estrada, não para o volante. Se estiver a olhar para os canos para medir o avanço, o seu cérebro deixa de saber o que visar. Mantenha, por isso, os olhos focados no prato.

Olhe para o prato durante o tiro ao prato
a

NÃO SE PRECIPITE

Os melhores atiradores são precisos e levam o seu tempo a analisar a situação antes de atirar. Em fosso, nada como atirar com mais tranquilidade para lhe fazer ganhar alguns pratos. Um bom tiro é um tiro fluido, calmo e seguro. Os atiradores que se apressam a atirar não têm um desempenho regular. Não se deve precipitar o tiro; isso aumenta o stress e diminui a sua concentração em competição.

RELAXE

Se apertar demasiado a espingarda, os antebraços estarão tensos, assim como a nuca e o pescoço. Não conseguirá visar à distância. Não aperte a espingarda com mais força do que apertaria um martelo com a mão de trás. A mão dianteira é apenas um guia. O tiro ao prato é um desporto onde competimos connosco próprios antes de competirmos com os outros atiradores.

p1554769
a

NÃO DÊ DEMASIADA ATENÇÃO AO QUE OS OUTROS DIZEM

A maioria dos atiradores nunca fez um curso nem leu um manual de tiro. Ouve-se todo o tipo de afirmação e o seu contrário. É preciso centrar-se em si mesmo e adquirir experiência com bases técnicas sólidas.

NÃO PENSE QUE O PROBLEMA ESTÁ NA ESPINGARDA OU NOS CARTUCHOS

99,9% dos tiros falhados devem-se a um erro técnico. Se a inclinação da espingarda estiver bem e se os testes de direcionamento forem satisfatórios, a espingarda não apresenta qualquer problema. Pouco importa que se trate de um modelo de 800 euros. O mesmo se aplica aos cartuchos. Os 28 gramas da gama mais acessível já são perfeitos.

Cartucho Tiro ao Prato Solognac
a

FOSSO E TRAP: CONHEÇA DE COR AS POSIÇÕES DE TIRO PARA CADA POSIÇÃO

Em fosso Universal, dispõe de 5 posições de tiro e 5 máquinas de lançar. Não é o tiro em si que é difícil. A dificuldade reside em não saber qual a máquina de onde é feito o lançamento do prato. A solução está em perceber que, para cada posição de tiro, existe um ponto mágico que cobre qualquer ponto de partida. O sucesso em fosso e em TRAP depende da sua capacidade de reproduzir sempre os gestos adequados. Assim, é preciso conhecer as posições dos pés, dos canos e dos seus olhos em cada posição. Em seguida, siga os 3 primeiros conselhos desta lista.

PERCURSO: SAIBA O QUE É O AVANÇO SUSTENTADO

Esta disciplina é muito mais técnica, pois as trajetórias são variáveis. Esforce-se por aprender a caçar com avanço sustentado. Isso muda literalmente tudo. Este tiro é mais simples, mais lento e mais fácil. Este método consiste em visar a frente do prato e em seguir a sua trajetória sempre à sua frente. A vantagem reside no facto de os canos se deslocarem à mesma velocidade que o prato. Assim que esta técnica é dominada, o percurso torna-se muito mais simples.

a
curso tiro ao prato

INSCREVA-SE NUM CURSO

A inscrição num curso é uma boa forma de aprender as bases e as técnicas com um profissional. Este poderá ainda aconselhá-lo sobre o equipamento mais adequado para praticar o tiro ao prato. Outra coisa que também poderá aprender com este profissional são as boas posturas e os gestos a adotar para melhorar o nível de eficácia do tiro

Todas as boas lições se aprendem com a repetição. Não hesite em repetir movimentos e posturas em sua casa. Este exercício levar-lhe-á apenas alguns minutos e melhorará significativamente o seu desempenho como atirador. Dica de David Avril: para conseguir um movimento fluido, tente seguir uma linha com a sua espingarda. Esta linha representará a trajetória do prato e estes movimentos tornar-se-ão automáticos nos próximos tiros.